Sexta-feira, Julho 19, 2024
spot_img

Empresa saudita vai produzir rações e fertilizantes em Chókwe

Jampur assumiu o controlo do Complexo Agro-Industrial de Chókwè (CAIC), que já foi uma gigantesca quinta estatal.

O foco da empresa estava na procura de garantias de mercado para o arroz produzido localmente, mas, agora, o Grupo Jampur quer alargar o leque de investimentos a outros projectos, que incluem uma linha de produção para rações para peixes e aves, fertilizantes e suplementos para melhorar a robustez do gado.

A expectativa deste grupo empresarial é reduzir a dependência de importações para satisfazer o mercado local de aves e peixes.

Além da produção e comercialização de alimentos, Jampur tem outros projectos em andamento, nomeadamente a criação de uma indústria de produção de calçado e uniformes.

Segundo o Presidente do Conselho de Administração da firma, Mohammad Shafiq, nesta fase embrionária da sua operação no CAIC, as atenções estão voltadas para o processamento e comercialização.

Disse, sem adiantar números específicos, que há investimentos em curso para um conjunto de projectos estruturantes na cadeia de valor de produtos destinados ao consumo interno e também à exportação.

“Também temos interesse em investir na produção de aves, fertilizantes e uniformes, tudo aqui no distrito de Chókwè”, afirmou a fonte.

A revitalização do Complexo Agro-Industrial do Chókwè é fruto do Programa Nacional de Industrialização de Moçambique (PRONAI), lançado em 2021 pelo Presidente Filipe Nyusi, com o objectivo de contribuir para o aumento da produção, estimular o agro-processamento, reduzir a exportação de matérias-primas e gerar emprego e renda para o sector familiar.

Entrevistas Relacionadas

FMI: Nada norteia atribuições de isenções fiscais em Moçambique

Alexis Meyer-Cirkel está de saída de Moçambique, onde esteve...

CMM Quer cooperar regionalmente na Indústria Mineira

O presidente do Conselho de Administração da Câmara de Minas...

Moçambique participa no Festival Standard Bank Luju Food & Lifestyle 2024

Moçambique marcará presença no Festival Standard Bank Luju Food...

CTA afirma não ter sido notificada sobre apreensão da sua sede

A Confederação Moçambicana das Associações Económicas (CTA) alega que...