A Galp e a sua Fundação formalizaram a renovação do apoio às actividades desenvolvidas,
no âmbito da responsabilidade social corporativa da empresa em Moçambique, pela Helpo
e a Plataforma Makobo, com a assinatura de dois protocolos.

A cerimónia decorreu nas instalações do Centro Cultural Português, em Maputo, no dia 23 de Novembro, com a presença de Andy Brown, CEO da Galp, Carlos Almeida, Coordenador Nacional da Helpo, e Ruy Santos, Fundador da Plataforma Makobo. A assinatura dos protocolos foi testemunhada, além da cúpula directiva da Galp e das organizações parceiras, pelo Secretario do Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Francisco André, e pelo Embaixador de Portugal em Moçambique, António Costa Moura.

Na ocasião, Andy Brown justificou a renovação do apoio da Fundação Galp às duas instituições com o trabalho meritório que têm desenvolvido em prol do progresso e bem-
estar da população moçambicana. Um desempenho que materializa o compromisso assumido pela empresa de contribuir para o desenvolvimento socioeconómico inclusivo de Moçambique, País onde a Galp se encontra há 64 anos.

O protocolo com a organização não-governamental Helpo respeita à renovação, por mais
três anos, da iniciativa implementada pela Helpo com o apoio financeiro da Fundação Galp, através da qual promove, desde 2019, a educação de crianças e jovens em São Tomé e Príncipe e em Moçambique.

Para Carlos Almeida, Coordenador de projectos da Helpo em Moçambique, este renovar de confiança significa “mais uma aposta na educação destes jovens. O objectivo da Galp não é pintar sonhos dos jovens em laranja, mas encher os sonhos destes jovens com perspectivas de futuro. Juntos, vamos conseguir”.

Na mesma altura, Andy Brown formalizou a renovação do apoio da Galp à Plataforma
Makobo, associação solidária moçambicana responsável pelo projecto “Missão Coração Solidário Cabo Delgado” com epicentro em Pemba, onde se encontra a maioria das famílias
deslocadas pela insurgência na Província de Cabo Delgado.

Actuando em quatro frentes – angariação de produtos; apoio alimentar aos mais vulneráveis das populações deslocadas; iniciativas de geração de renda para as famílias deslocadas e de acolhimento; e promoção da comercialização dos produtos locais para dinamizar a economia local e mitigar os impactos do aumento populacional – a Plataforma Makobo contará, por mais um ano, com a colaboração da Galp. Ruy Santos, fundador e dirigente da Makobo, agradeceu a renovação da confiança, declarando que “este apoio vai permitir-nos chegar ainda mais longe e apoiar a mais famílias, porque os desafios nos terrenos são enormes e os números aumentam diariamente”, declarou.

Na qualidade de anfitrião do evento, o Secretário do Estado dos Negócios Estrangeiros e
Cooperação de Portugal, Francisco André, sublinhou o orgulho, em nome do Estado
Português, de testemunhar o contributo de uma das maiores empresas portuguesas para o
desenvolvimento de Moçambique, não só através das operações quotidianas no seu sector
de actividade, mas também com o seu altruísmo em prol do País irmão.

SOBRE A FUNDAÇÃO GALP
A Fundação Galp é uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, criada pelo Grupo Galp em 2009 e tem por missão servir a comunidade e o seu desenvolvimento sustentado. Para isso, é orientada por critérios de equidade, racionalidade e eficácia operacional na aplicação dos meios que o Grupo fundador coloca à sua disposição, procurando ser um agente activo e, em simultâneo, próximo na ligação deste com a comunidade. Empenhada, desde o primeiro dia, no desenvolvimento de actividades de investimento social que promovam a sustentabilidade, através da educação, da protecção do ambiente, do uso sustentável de energia e da cultura, a Fundação Galp acredita que o conhecimento permitirá a convergência, o compromisso e a cooperação essenciais para que a sociedade, nas suas várias comunidades, alcance a sustentabilidade. Mais informações em: https://www.fundacaogalp.com

SOBRE A HELPO
Presente em Portugal, Moçambique, S. Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau, a Associação Helpo tem como objectivo prestar apoio às populações mais vulneráveis de países com baixo índice de Desenvolvimento Humano. Nos Países em Vias de Desenvolvimento trabalha junto das instituições locais para o cumprimento dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, nomeadamente das áreas ligadas à infância, educação e saúde materno-infantil e nutricional, sectores chave da sua intervenção. A Helpo trabalha, desde 2008, em Moçambique, com foco na Educação e na Nutrição. Em 2019, na sequência dos ciclones Idai e Kenneth consolidou a sua intervenção em emergência e ajuda humanitária no país.
Em Cabo Delgado, a intervenção tem lugar nos seguintes distritos: Pemba, Ancuabe, Mecufi, Metuge, Montepuez e Mocímboa da Praia. Em Nampula, actua nos distritos de Nampula, Rapale, Meconta, Ilha de Moçambique, Murrupula, Monapo e Erati. Mais informações em
https://www.helpo.pt/pt/mocambique

SOBRE A MAKOBO – PLATAFORMA SOLIDÁRIA
Fundada em 2009, a MAKOBO é uma Plataforma colaborativa com a missão de prover e fomentar serviços que visem a promoção do bem-estar social de grupos menos favorecidos, através de acções de responsabilização individual e corporativa que, realizadas de forma continuada, efectiva, planeada e sustentada, contribuam para o desenvolvimento social, cultural e económico do País. Mais informações em https://makobo.co.mz/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui