Segunda-feira, Maio 20, 2024
spot_img

Moçambique na Cimeira de Financiamento das Economias Africanas

Cerca de 15 dirigentes africanos, incluindo os chefes de Estado Filipe Nyusi de Moçambique e João Lourenço de Angola, farão-se presentes numa cimeira sobre o fomento das economias. O evento terá lugar em Paris, na terça-feira, 18 de Maio. A ideia é implementar meios financeiros que possam realçar a economia africana.

Apesar do continente ter sido menos afectado do que os outros em termos de óbitos, o Produto Interno Bruto deve recuar este ano 2,1%, um cenário de recessão que se pretende combater.

Atrair liquidez para África, para os sectores público e privado é o mote da iniciativa, por forma a fazer face a subida de taxas de juro, consequência da Covid-19 na economia mundial. 

O FMI poderia emitir 650 mil milhões de euros, incluindo 34 mil milhões para África em instrumentos de câmbio que permitam, nomeadamente, financiar as importações.

Paris pretende implementar uma ajuda avultada à África e colocar os alicerces para um novo ciclo de crescimento.

São aguardados cerca de 15 dirigentes africanos e do lado europeu Itália, Espanha, Portugal e União Europeia devem também marcar presença. 

Entrevistas Relacionadas

Delegações de 12 países participam na conferência empresarial CASP em Maputo

Empresários moçambicanos e estrangeiros reúnem-se desde a quarta-feira, em...

Receitas do Estado alcançaram 73 mil milhões de meticais no primeiro trimestre

As receitas correntes do Estado atingiram um aumento significativo...

Fundo Soberano já conta com 94 milhões de dólares

Estado aplica 94,2 milhões de dólares de receitas de...

ʺUm Olhar sobre os potenciais riscos de influência política nas decisões de política monetáriaʺ

A Lei Orgânica do Banco de Moçambique define como...