Quarta-feira, Maio 22, 2024
spot_img

Porto de Nacala exporta menos 28% de carvão que o previsto

A empresa Nacala Logistics comunicou que o Porto de Nacala, exportou menos 28% de carvão do que o previsto no primeiro trimestre deste ano.

“O embarque atingiu 1,1 milhões de toneladas contra 1,5 milhões de toneladas previstas”, ou seja, “uma diferença em relação ao planificado na ordem de 28%”, lê-se em comunicado.

Os números refletem o impacto da pandemia de covid-19 na economia mundial, nomeadamente o abrandamento dos mercados asiáticos, os maiores clientes do carvão moçambicano, principal produto de exportação do país.

Segundo Fábio Iwanaga, administrador financeiro da Nacala Logistics, “as operações nos dois negócios, carvão e carga geral, continuam a enfrentar desafios”. 

O abrandamento significa também que a empresa teve menos despesas.

O lucro bruto da Nacala Logistics aumentou 6% no primeiro trimestre deste ano face ao último trimestre de 2020 porque os gastos ficaram abaixo do esperado.

“O crescimento do lucro bruto ficou a dever-se a gastos operacionais abaixo do previsto”, acrescenta.

A Nacala Logistics é responsável pela gestão e operação da linha de caminho-de-ferro com mais de 1.600 quilómetros e porto que liga a mina de carvão da brasileira Vale, em Moatize, a Nacala, costa do oceano Índico.

Entrevistas Relacionadas

ʺUm Olhar sobre os potenciais riscos de influência política nas decisões de política monetáriaʺ

A Lei Orgânica do Banco de Moçambique define como...

MOPHRH divulga oportunidades de investimento na N1

O Ministério das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos...

Já são conhecidas as 30 Mulheres mais influentes na COMARP, em Moçambique

Decorreu na última sexta-feira (10), em Maputo, a Conferência...

Governo apresenta estratégias para acelerar a transição energética

O Ministro dos Recursos Minerais e Energia, Carlos Zacarias,...