A taxa de juro de referência de Moçambique a vigorar no mês de novembro vai manter-se em 15,9%, valor que se aplica pelo quarto mês consecutivo, anunciaram recentemente a Associação Moçambicana de Bancos (ABM) e o Banco Central.

Desde Abril, altura em que chegou a 18,4%, a taxa recuou 250 pontos base até 15,9%, valor fixado a 01 de agosto. Comparativamente ao início do ano, a ‘prime rate’ apresentou uma diminuição de 210 pontos base, igual redução quando comparada com o mesmo período do ano anterior.

A criação da ‘prime rate’ com um valor inicial de 27,75% foi acordada entre o banco central e a Associação Moçambicana de Bancos (AMB) em Junho de 2017 para eliminar a proliferação de taxas de referência no custo do dinheiro.

O objectivo é que todas as operações de crédito sejam baseadas numa taxa única, “acrescida de uma margem (‘spread’), que será adicionada ou subtraída à ‘prime rate’ mediante a análise de risco” de cada contrato, explicam os promotores.

Relacionado  Álvaro Massingue é o novo presidente da Câmara de Comércio de Moçambique
FONTELUSA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui