Sábado, Junho 15, 2024
spot_img

As 5 empresas que mais investiram em publicidade em 2020

Ao longo de 2020, a crise levou muitas marcas a repensar em gastos na publicidade. Mas nem todas fizeram cortes profundos. Algumas lutaram para continuar expostas. Quer por objectivos comerciais, quer por simples reconhecimento de marca, as 5 desta lista não hesitaram em pagar o preço necessário para estar no topo. Conheça-as agora:

5 – DSTV

Com um investimento de quase 36 milhões de meticais, a DSTV deu o melhor de si para continuar a se expor mesmo durante a pandemia. Como empresa de televisão via satélite, viu oportunidade no confinamento para aliciar mais clientes a – enquanto ficassem em casa – subscreverem a seus serviços. Embora não possamos dizer se a empresa viu retorno nesse investimento ousado, o caso bem-sucedido da Netflix dá-nos bons motivos para crer que não foi em vão.

4 – Coca-cola

A esta altura, a Coca-cola dispensa quaisquer introduções. Até agora foram 44 milhões de meticais dedicados à exposição e promoção de seus produtos. Com forte histórico de investimentos em publicidade, não é de surpreender que a empresa esteja na lista. Aparentemente, enquanto se ficava em casa, a Coca-cola aproveitou para nos lembrar de “abrir a felicidade”.

3 – BCI

2020 foi particularmente duro com a banca, mas isso não impediu o BCI de gastar 45.5 milhões de meticais apenas em exposição. A verdade é que a banca teve de responder à crise quase da noite para o dia. Precisou despreocupar seus clientes dando-lhes canais digitais tão funcionais quanto os tradicionais. Em Maio, por exemplo, o BCI estendeu a validade de cartões em 3 meses. Essa e outras informações precisaram de investimentos para chegar aos clientes, quer por via da imprensa, quer por via da publicidade.

2 – Standard Bank

Com 126 anos de serviço em Moçambique, é natural que o Standard Bank queira (e goste) de firmar essa posição. Este ano, manter o destaque custou ao banco quase 60 milhões de meticais. O Standard Bank é conhecido por sua consistente cultura de publicidade e mediatização, em parte por causa de suas acções de responsabilidade social. Recentemente, por exemplo, ofereceu dois ventiladores ao MISAU.

1 – Vodacom

119 milhões de meticais é o preço que a Vodacom pagou para estar no apogeu da popularidade (o dobro do que o Standard Bank precisou para estar na 2ª posição). Inabalável, a operadora mantém-se na vanguarda da telefonia móvel em Moçambique.

Curiosamente, caso a lista fosse até 10, apenas uma das concorrentes da Vodacom entraria, e por pouco. Ocupando a 9ª posição, estaria a Movitel com singelos mas significativos 32 milhões de meticais investidos em exposição.

Entrevistas Relacionadas

Saiba como o CHatGPT pode influenciar nas carreiras do futuro

Nos últimos anos, avanços em inteligência artificial (IA) têm...

Conheça os sectores que influenciaram nos níveis da inflação no mês de Maio

Moçambique testemunhou uma redução na taxa de inflação, que...

Introdução de novos procedimentos dificulta importação de viaturas no País

A vice-presidente da Associação dos Importadores e Distribuição Automóvel...

Saiba como usufruir dos benefícios da inovação tecnológica no mercado empresarial 

No ambiente cada vez mais abrangente, a inovação tecnológica...