Sexta-feira, Julho 12, 2024
spot_img

Banco Europeu de Investimento e Moza Banco destinam 10 milhões de euros para impulsionar negócios liderados por mulheres em Moçambique

O acesso ao financiamento para mulheres empreendedoras em Moçambique ganha impulso com um empréstimo de dez milhões de euros, assinado nesta Quinta-feira, 21 de Dezembro, pelo Banco Europeu de Investimento (BEI) e pelo Moza Banco. Este financiamento possibilitará a criação de um novo instrumento direccionado às pequenas e médias empresas (PME) do país.

Segundo comunicado do Moza Banco, o instrumento proporcionará empréstimos com condições favoráveis, especialmente voltados para empresas pertencentes ou lideradas por mulheres, empregando um número significativo delas ou oferecendo serviços específicos para mulheres. Os sectores beneficiados abrangem indústria transformadora, transportes, agricultura, saúde e serviços.

O continente africano destaca-se por apresentar uma das maiores percentagens de mulheres empresárias globalmente. Em Moçambique, mais de três quartos da população activa sustentam-se por meio de pequenas ou médias empresas, com dois terços dos trabalhadores dessas empresas sendo mulheres.

Thomas Östros, vice-presidente do BEI, enfatiza a importância da emancipação económica das mulheres, destacando que investir em pequenas empresas geridas por mulheres não apenas impulsiona oportunidades económicas, mas também contribui para a educação, saúde e emprego, beneficiando toda a sociedade.

Manuel Soares, presidente da Comissão Executiva do Moza Banco, expressa a convicção no poder transformador de financiar projectos que fortaleçam o papel da mulher na sociedade. Ele ressalta a necessidade de criar facilidades para que as mulheres moçambicanas alcancem independência financeira e protagonizem suas trajectórias.

O embaixador da União Europeia em Moçambique, Antonino Maggiore, destaca a importância da Estratégia Global Gateway para incentivar investimentos público e privado, priorizando o acesso ao financiamento para PMEs lideradas por mulheres. A União Europeia espera que o instrumento de financiamento BEI Moza Banco potencialize o sector privado moçambicano.

Conforme a nota do Moza, as pequenas empresas são fundamentais para o crescimento económico e o desenvolvimento, fornecendo bens, serviços, empregos e renda às comunidades locais. Espera-se que o instrumento BEI Moza Banco colmate o déficit de financiamento para mulheres empresárias com mecanismos e produtos financeiros orientados para suas necessidades, especialmente em um contexto global adverso e de mudanças climáticas.

Entrevistas Relacionadas

BCI recebe distinção da AMS pelo apoio ao sector de seguros

O Banco Comercial e de Investimentos (BCI) foi recentemente...

Access Bank lidera iniciativa para promover crescimento económico de Cabo Delgado

O Access Bank Moçambique reforçou o seu compromisso com...

FNB anuncia novo Presidente do Conselho de Administração

FNB Moçambique nomeou Sérgio Chitará como novo presidente do...

First Capital Bank recebe garantia do IFC para impulsionar operações de Comércio Internacional

International Finance Corporation (IFC), braço do sector privado do...