Nampula

O Conselho Empresarial Provincial (CEP), em Nampula, apela à maior colaboração do governo, na promoção  do sector privado com vista à redução dos impactos negativos  gerados pela pandemia pelo coronavírus.

Segundo esta agremiação, empresas como as de hotelaria e turismo, comércio, construção civil, na sua maioria sediadas na Província de Nampula e as da indústria transformadora e as agrícolas , em outras regiões da província, foram as mais afectadas pela covid-19.

O presidente do CPE Yunnus Gafar defende, “a necessidade de se manter diálogo público-privado e vice-versa, porque só assim vamos sair da tragédia, que é muito grande”, esclarece.

Com relação à área da construção civil, outra também afectada pela pandemia, o governo tem honrado com as suas obrigações de pagamento da dívida, no entanto é preciso que seja muito mais célere.

Um outro ponto que preocupa Gafar, prende-se com o facto de não haver penalização quando o governo encontra-se na situação de devedor, mas quando o empresário encontra-se na mesma condição há sanção e sugere uma saída do problema identificado, “também devia haver compreensão justa, porque muitas vezes, o empresário vai buscar dinheiro no banco e ha juros por pagar”.

Relacionado  Oferta tarifária deve estar alinhada com as prioridades de desenvolvimento nacional

Gafar, reitera que, a compreensão do pagamento de uma dívida atrasada por parte do estado deveria contemplar juro, como forma de atenuar o prejuízo.

FONTEJornal Noticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui