A organização não-governamental Centro de Integridade Pública (CIP) lança hoje o Índice de Transparência das Empresas do Sector Extractivo, uma iniciativa que visa avaliar o grau de transparência das principais companhias que atuam neste setor em Moçambique.

“O objectivo principal da iniciativa é mesmo encorajar as empresas a adotarem critérios de transparência nos seus investimentos e projectos”, declarou Borges Nhamire, pesquisador do CIP.

Na primeira edição da iniciativa, foram avaliadas perto de 20 empresas moçambicanas e estrangeiras, com base em critérios internacionais de análise dos níveis de transparência no que diz respeito a partilha de informação útil sobre os seus investimentos.

Relacionado  Indústria extrativa deve ser a força motriz da industrialização
FONTELUSA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui