Foi criada uma comissão de trabalho pelo Governo, para apurar as causas que ditaram o encerramento da empresa Cimento Nacional, no Parque industrial de Beluluane, província de Maputo.

A empresa encerrou sem comunicar às autoridades deixando à sua sorte mais de trezentos trabalhadores.

A secretária de Estado na província de Maputo, Vitória Diogo, disse, à Rádio Moçambique, que a criação da comissão vai permitir a salvaguarda dos direitos dos trabalhadores.

“ Mandou-se um expediente para a Procuradoria para se ver em termos legais o que é que tem que ser feito, constituímos uma comissão, estão a trabalhar, já entraram em contacto com alguns do gestores, que infelizmente estão fora do país, para que constituam um representante porque há normas que têm que ser obedecidas por forma a garantir que, se no caso de encerramento da empresa, se cumpram com os procedimentos de poder indemnizar os trabalhadores e assegurar que tudo o que o quadro legal dita em relação a matéria desta natureza, possa ser salvaguardada”, disse.

Relacionado  Resultados financeiros do UBA mostram crescimento nos lucros

O encerramento da empresa Cimento Nacional no maior parque industrial na província de Maputo, acontece numa altura em que o sector do cimento se ressente da forte concorrência no mercado nacional.

FONTENotícias AI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui