- Anúncio-

Dugongo tenciona implantar mais quatro indústrias no país

Análise de Mercado

A empresa chinesa WIH, accionista maioritária da Moçambique Dugongo Cimentos, SA, pretende implantar mais quatro unidades fabris no território nacional, orçadas em mais de 800 mil USD. A informação foi avançada esta quinta-feira, em Maputo, durante a assinatura de um memorando de entendimento entre os representantes da empresa e o Ministério da Indústria e Comércio, no âmbito do Programa Nacional Industrializar Moçambique (PRONAI).

Segundo o Ministro da Indústria e Comércio, Carlos Mesquita, a WIH pretende construir mais uma fábrica de cimento e clínquer, com capacidade para produzir cerca de 5000 toneladas de clínquer integrado; uma indústria de geração de energia térmica, contendo dois geradores de 50 megawatts cada; uma videira com capacidade para produzir 600 toneladas de vidro float por ano; e uma fábrica de vidro artesanal.

Para tal, revelou Mesquita, os técnicos da empresa já visitaram as províncias de Tete e Nampula para avaliar as condições, de modo a implantar uma destas empresas. “Este grupo pretende dar continuidade dos seus investimentos em Moçambique, atento também à geração de novos empregos em particular para jovens e mulheres e, acima de tudo, pretende trazer as indústrias, onde a matéria-prima está localizada em todo o país”.

Já o representante da WIH, Zhang Jimin, espera ter o apoio (do Governo e da população) que teve durante a implantação da fábrica Moçambique Dugongo Cimentos, instalada no distrito de Matutuine, província de Maputo.

- Anúncio-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncio-

Destaque

Presidente da ACIS incentiva as empresas a filiarem-se em associações

O Presidente da Associação de Comércio, Indústria e Serviços (ACIS) Luís Magaço Jr., encoraja os empresários a filiarem as...
- Anúncio-

More Articles Like This

- Advertisement -