Sexta-feira, Julho 12, 2024
spot_img

ENH certifica mais empresas para indústria do petróleo e gás

A Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH), através do projecto Linkar, capacitou em Vilankulo, província de Gaza, 21 empresas que operam em diversos ramos de actividade, em matéria de legalização, tendo atribuído também os respectivos alvarás, informou esta quarta-feira, 26 de Junho, o jornal notícias.

O órgão refere que a iniciativa, que conta com a parceria do Governo e do sector, visa oferecer capacitação, assistência técnica e apoio institucional ao empresariado nacional, em particular às Pequenas e Médias Empresas (PME), para a certificação e padronização dos seus processos, bem como facilitar a identificação de oportunidades de ligações empresariais e na celebração de contratos para a prestação de serviços na indústria de petróleo e gás.

Para o coordenador do projecto Linkar, Ken McGhee, o objectivo destas capacitações é tornar as MPME mais competitivas e com capacidade para fornecer bens e serviços na indústria petrolífera do País, incluindo a cadeia de valor do sector extractivo.

Ken McGhee destacou que o projecto contempla igualmente a identificação de oportunidades, servindo como ligação empresarial entre multinacionais e as MPME para firmar contratos de prestação de serviços. “O grande desafio deste projecto é fazer com que mais de 30 empresas da província de Inhambane, assim como de Cabo Delgado, consigam ganhar contratos no sector de petróleo e gás”, sublinhou

De realçar que, na província de Inhambane, o Linkar tem como meta capacitar mais de 60 empresas dos distritos abrangidos pelo projecto de exploração de gás natural, concretamente nos distritos de Vilankulo, Inhassoro e Govuro.

Na mesma abordagem, a fonte avançou que outra grande valia do projecto é promover a padronização e certificação das PME para atribuição de certificados ISO (Organização Internacional de Normalização), de modo que se assegure que os bens e serviços prestados por empresas tenham como base requisitos e normas estabelecidas no padrão internacional.

Para o representante do administrador de Vilankulo, Silvestre Romano, o facto de o distrito ser a porta de entrada a nível da província de Inhambane demonstra as preocupações do empresariado local na procura de soluções para que possam crescer e participar de forma activa nos megaprojectos existentes em Moçambique, principalmente os provenientes da exploração de gás de Temane.

“Uma das formas de promover o desenvolvimento é termos as nossas empresas capacitadas para responder às exigências do mercado. Como Governo, louvamos estas iniciativas, porque, para além de fortificar as nossas PME, geram mais postos de trabalho para a juventude”, disse. E acrescentou que, apesar das melhorias, o conselho empresarial local ainda se ressente da fraca participação das empresas no projecto de exploração de gás natural em curso na província de Inhambane, tendo apontado a falta de qualificação e certificação como principais entraves.

“O número de empresas que prestam serviços nestes projectos ainda continua a não ser satisfatório, pelo que esperamos que o Linkar venha facilitar a participação de mais PME locais nos megaprojectos, uma vez que grande parte dos problemas está a ser ultrapassada”, explicou

Importa referir que o Programa Linkar, uma iniciativa implementada pela Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) e financiada pelo Banco Africano de Desenvolvimento, através de fundos fiduciários da Affirmative Finance Action for Women in Africa e Fund for African Private Sector Assistance (AFAWA e FAPA), já certificou mais de 50 Pequenas e Médias Empresas (PME), oriundas das províncias de Cabo Delgado, Sofala, Inhambane e Maputo província e cidade, para participação em projectos de petróleo e gás.

Entrevistas Relacionadas

Moçambique recebe investimento de $179 milhões dos EUA para energia renovável

Os Estados Unidos da América, por meio da US...

 Demanda por petróleo pode atingir novos recordes em 2024, prevê EIA

A Administração de Informações sobre Energia dos Estados Unidos...

Moçambique e Brasil firmam acordo para impulsionar biocombustíveis e desenvolvimento económico

Durante o Fórum Biodiesel realizado esta semana em São...

Ministério dos Recursos Minerais e Energia propõe uso interno do gás da Bacia do Rovuma para impulsionar outros sectores

Durante um encontro com representantes do sector privado, o...