- Anúncio-spot_img

Entrevista com Dra. Liliana Catoja – Millennium bim

Análise de Mercado

Falamos com a Dra. Liliana Catoja Administradora Executiva do Millennium bim sobre os desafios e oportunidades do financiamento às empresas.

Nesta conversa exclusiva para o Profile, além da sua perspectiva sobre o tema, ficamos ainda a conhecer as linhas de crédito existentes para diferentes empresários nacionais, bem como da importância destes serviços para alavancar a economia.

Quais os principais objectivos do Millennium Bim em relação ao sector empresarial?

O Millennium bim nasceu para servir os moçambicanos em todos os momentos.
Enquanto Banco estamos comprometidos com o desenvolvimento do tecido empresarial, através do fomento ao negócio.

Proporcionamos aos moçambicanos, às empresas os aos seus recursos as melhores soluções bancárias para as diversas actividades económicas em prol do desenvolvimento do país.

artigo banca

Qual a importância dos serviços financeiros para impulsionar a economia nacional e para o desenvolvimento do país?

Temos consciência que o acesso a serviços financeiros bancários, assim como ao crédito, são determinantes na promoção da capacidade de produção da economia nacional.

Este é um factor crítico de redução de iniquidades sociais e elemento essencial no processo de desenvolvimento socioeconómico de Moçambique.

Há 25 anos que o Millennium bim tem apoiado o tecido empresarial, maioritariamente composto por Pequenas e Médias Empresas (PME), posicionando-se um parceiro financeiro de referência do sector privado nacional. E esta realidade é ainda mais significativa quando pensamos nas PME que não têm condições de acesso aos mercados de capitais.

A nossa posição confortável de balanço, robustez de capital, aliado a uma cultura de gestão de risco e transparência, permitem-nos disponibilizar aos Clientes, soluções que se destacam pela rapidez, flexibilidade e inovação.

Em função da especificidade do Cliente, o Millennium bim, presta serviços de assessoria, de estruturação e montagem de financiamentos, com o principal objectivo a criação de valor para os seus Clientes.

Como se posiciona o Millennium bim relativamente ao apoio às empresas e mais concretamente ao nível do financiamento?

Enquanto agentes activos na dinamização do ecossistema empresarial, o Millennium bim tem o maior interesse em apoiar as empresas, para o alargamento da base produtiva e redução de iniquidades sociais.

Desta forma, dispomos de um pacote diversificado de produtos e serviços flexíveis ajustados às necessidades das Pequenas e Médias Empresas moçambicanas, nos seus diferentes contextos e geografias dentro do território nacional.

E de que forma o Millennium bim ajustou à situação crise da pandemia COVID 19? Desde que a pandemia da Covid-19 eclodiu, o Millennium bim adoptou medidas de alívio às necessidades de liquidez dos seus Clientes.

Criámos moratórias no pagamento das obrigações de crédito, ou seja, adiámos o pagamento dos juros e do capital, nalguns casos, com o objectivo de dar liquidez às empresas nesta fase difícil.

No cenário actual de crise económica, muitas empresas necessitam de apoio para simplesmente manter as suas actividades ou pagar aos seus funcionários. Que tipo de financiamentos podem as empresas encontrar no Millennium bim, para fazer face a este momento económico?

Temos disponível a Linha de Crédito FECOP (Fundo Empresarial da Cooperação Portuguesa) com uma tranche para Empresas, destinada ao financiamento de projectos de investimento e operações de apoio à tesouraria de Micro, Pequenas e Médias Empresas, Associações ou Cooperativas de produtores no território moçambicano.

Esta linha foi criada no âmbito da cooperação entre o Governo da República Portuguesa, Governo da República de Moçambique, representado pelo IPEME – Instituto de Pequenas e Médias Empresas, e a Associação Moçambicana de Bancos tendo como objectivo contribuir positivamente para a melhoria da produtividade dos vários sectores empresariais, impulsionando a economia do país.

Liliana

Ainda sobre a linha de crédito FECOP temos a tranche Calamidades, com o valor máximo a financiar em operações de apoio à tesouraria de MZN 3.4 milhões e MZN 6.8 milhões destinada a financiar projectos de investimentos e operações de apoio à tesouraria de Micro, Pequenas e Médias empresas moçambicanas, nas regiões afectadas pelas calamidades naturais decretadas pelo Governo.

Esta tranche abrange também todas empresas afectadas pelo impacto da Covid-19. São elegíveis todas as empresas e Projectos que cumpram com satisfação, cumulativamente, todos os requisitos administrativos, fiscais e de gestão transparente.

Existem financiamentos disponíveis especificamente para diferentes sectores?

O Millennium bim tem uma linha de financiamento no valor de EUR 5.2 milhões, para crédito agrícola bonificado, através de um acordo com o Banco Alemão de Desenvolvimento KFW.

Esta linha de financiamento é elegível para as seguintes atividades: Agricultura de culturas temporárias e permanentes, com excepção tabaco; culturas de materiais de propagação vegetativa (viveiros); Produção Animal; Agricultura e Produção Animal Combinadas; Actividades dos serviços relacionados com a agricultura e com a produção animal, excepto serviços de veterinária; Aquacultura.

Por outro lado, ainda no âmbito da parceria com o Banco Alemão de Desenvolvimento KFW disponibilizamos uma linha de financiamento no valor de EUR 4.5 milhões, com o valor máximo a financiar por operação de MZN 10 milhões, com prazos entre 2 a 5 anos, destinada a apoiar as Micro, Pequenas e Médias Empresas.

A indústria é vista como um potencial impulsionador da economia qual a vossa perspectiva em relação ao fortalecimento desse sector?

O nosso apoio também é extensivo às Indústrias, onde disponibilizamos em parceria com a AIMO, uma Linha de Crédito com valor máximo de apoio à tesouraria de MZN 30 milhões e MZN 50 milhões no apoio ao investimento.

Esta linha de financiamento é destinada a apoiar o desenvolvimento de projectos industriais e cadeias de valor de Pequenas e Médias Empresas integradas na AIMO, clientes actuais e potenciais do Mbim, priorizando-se Indústrias de bens alimentares, transformadora, têxtil, mineira e extractiva, metalúrgica, energia, petróleo e gás.

Para este Financiamento são elegíveis empresas que satisfaçam, cumulativamente, os requisitos seguintes: Localização (sede social) em território nacional; Actividade enquadrada na produção industrial; Sem incidentes junto do Mbim e do Sistema Bancário Nacional; Ter a situação regularizada junto da Administração Fiscal e da Segurança Social; Situação líquida positiva no último balanço aprovado ou em balanço intercalar, até à data da respectiva candidatura.

Empresas com situação líquida negativa no último balanço aprovado, poderão aceder à linha, caso apresentem esta situação regularizada em balanço intercalar, até à data da respectiva candidatura.

Há cada vez mais a noção da importância da participação da Mulher no desenvolvimento empresarial e no empreendedorismo em Moçambique. Para além dos financiamentos a empresas existe algum em particular para as empresárias nacionais?

O Millennium bim criou a Linha de Crédito Mulher Empreendedora, destinada a apoiar as actividades relacionadas com empreendedorismo feminino, com utilização dos fundos da

Linha de crédito KFW, facultando deste modo uma taxa de juro bonificada. Esta linha tem como objectivo impulsionar o crescimento e valorização da mulher moçambicana através do seu envolvimento em actividades económicas que contribuam para o crescimento da economia.

Ainda para este segmento de clientes disponibilizamos o Plano Poupança Mulher, um depósito a prazo criado para todas as Mulheres que pretendam rentabilizar as suas poupanças.

O Plano Poupança confere acesso automático a um Crédito Mulher, por um período de 1 ano, no montante de até 80% do valor da poupança a uma taxa de juro indexada a PRSF com o spread de +2,5%.

O Plano Poupança Mulher faz parte do pacote Solução Mulher, que inclui o Cartão Mulher com os seguintes benefícios: Efectuar compras (incluindo e-commerce) e levantamentos em qualquer parte do mundo e todas as operações disponibilizadas pelo Millennium BIM na sua rede de ATM; Dá acesso a um Seguro de Saúde com cobertura das seguintes despesas: Tratamento relacionadas com o Cancro da Mama; Tratamento relacionadas com o Cancro do Colo do Útero; Relacionadas com o Parto.

As PMEs são a mais importante fatia do tecido empresarial de um país. Qual a relação que o Banco tem estabelecido com este segmento de empresas?

A proximidade e confiança entre o Millennium bim e as PME é também firmada, por um lado, pelo Programa MLíder através do qual promove-se um encontro de reconhecimento das melhores empresas, avaliando-se a boa gestão, o equilíbrio financeiro, bem como o seu contributo para o crescimento e desenvolvimento sustentado da economia de nacional.

Por outro lado, através da plataforma “Negócios do Millennium”, o Banco organiza encontros empresariais com o objectivo de fomentar a partilha de experiências e debate entre os principais intervenientes do ecossistema empresarial.

Portanto, somos um banco de mão dada às PME.

Em termos de inovações para pagamentos, vendas a retalho, lojas, mobille e online, como o Millennium bim têm acompanhado esta evolução?

No contexto da transformação digital, dispomos dos melhores serviços mobile do sistema financeiro nacional. Criámos a funcionalidade IZI e passamos a disponibilizar este aplicativo, seguro e de fácil utilização, nas plataformas de WhatsApp e Facebook, investindo ainda mais na proximidade e engajamento com o mercado e com os Clientes.

O IZI é actualmente a melhor ferramenta de diferenciação e constitui uma verdadeira alavanca moderna para o sector do agronegócio na interacção com o seu público de interesse.

Criámos o aplicativo Netshop, destinado também para o tecido empresarial. Aqui, as Empresas têm a oportunidade de comercializar os seus produtos e serviços via online, de forma simples, rápida e segura. Esta funcionalidade permite que os Clientes dessas empresas possam realizar um conjunto de compras e efectuar outras transacções comerciais com recurso aos cartões VISA e Mastercard, com toda a segurança.

Por outro lado, oferece maior flexibilidade na aquisição de bens e serviços, a qualquer hora e em qualquer lugar, impulsionando o processo de vendas.

E quanto ao futuro? Quais as perspectivas definidas pelo Banco para os próximos anos?

Somos o maior Banco de Moçambique e isso acresce a nossa responsabilidade e compromisso com os moçambicanos. Por isso, vamos continuar a trabalhar para oferecer aos nossos clientes soluções integradas, de produtos e serviços bancários que respondam melhor às suas necessidades, dando especial atenção ao uso de canais digitais.

O nosso foco continuará orientado na materialização de iniciativas estratégicas , tendo em vista a recuperação do sector empresarial, que foi severamente afectado pela crise

associada à pandemia da COVID-19, por forma a promover um ambiente de negócios próspero, dinâmico, inovador, competitivo e inclusivo.

- Anúncio-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncio-

Destaque

Presidente da ACIS incentiva as empresas a filiarem-se em associações

O Presidente da Associação de Comércio, Indústria e Serviços (ACIS) Luís Magaço Jr., encoraja os empresários a filiarem as...
- Anúncio-

More Articles Like This

- Advertisement -