Facturação empresarial regista queda de 26% no primeiro trimestre deste ano, em comparação com igual período do ano anterior, segundo reporta a Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA).

Entre as razões desta redução estão as medidas restritivas no âmbito do combate à COVID-19.
“O 1o Trimestre de 2021 é marcado pela segunda vaga de propagação da pandemia do covid-19 que induziu a adopção de novas medidas restritivas que limitaram a actividade empresarial”, lê-se no documento produzido pela CTA denominado “Índice de Robustez Empresarial”.

O mesmo relatório mostra que a robustez empresarial caiu de 40% para 28%, queda causada não só pela pandemia, mas, pelos “efeitos negativos dos ataques terroristas em Cabo Delgado bem como os ciclones Chalane e Eloise que afectaram a zona Centro do país.”

Relacionado  Sector privado registou aceleração de crescimento em Junho
FONTEDiário Económico

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui