Sexta-feira, Julho 19, 2024
spot_img

Governo faz inventário da indústria transformadora no país

A economia de Moçambique é, sobremaneira, impulsionada pela diversidade industrial que o país possui e o seu crescimento constitui uma das prioridades do programa quinquenal do Governo moçambicano.

Para alcançar os objectivos e prioridades estabelecidas , o Ministério da Indústria e Comércio (MIC) vai realizar um levantamento abrangente de empresas industriais em todo o país, uma acção que vai acontecer em coordenação com o Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Concretamente, o Executivo, quer que a pesquisa actualize a rede industrial e sirva de suporte para desenvolver planos de apoio que ajudem a revitalizar o sector, contribuir para a dinamização do sector industrial por forma a aumentar a sua contribuição no Produto Interno Bruto (PIB).

Com o mapeamento, o Governo poderá monitorar as empresas que se beneficiam de isenção de impostos na importação de matéria-prima e a localização em parques industriais, zonas francas industrias e zonas económicas especiais.

O inventário vai incluir a capacitação de técnicos do MIC sobre como usar, analisar e actualizar a base de dados digital. Estes poderão ser treinados a fazer recolha e processamento dos resultadios estatísticos.

“É nossa convicção que esta actividade do mapeamento de todo o sector da indústria transformadora em Moçambique vai contribuir para o desenvolvimento económico e social, através do aumento da produção industrial no Produto Interno Produto, da melhoria na produtividade, diversificação e qualidade da produção industrial, do aumento e melhoria da competitividade das empresas industriais e da redução da exportação em bruto da matéria prim”, afirmou Silvino Moreno.

O mapeamento fai ser desenvolvido pela Ernest&Young e os dados serão recolhidos com recurso a plataformas tecnológicas disponibilizadas em tablets através do aplicativo de recolha de dados online (SurveyCTO e Survey Solutions).

A Ernest&Young foi  apurada dum concurso internacional lançado em 2021 e seleccionada nos finais do mês de Abril do ano corrente e obedeceu as regras de procurement do Banco Mundial. O projecto deve ser concluído em Dezembro de 2024.

Entrevistas Relacionadas

Empresários defendem ajustes no PAE para impulsionar economia moçambicana

O Pacote de Medidas de Aceleração Económica (PAE) foi...

Veja as implicações dos novos acordos de dívidas ocultas para Moçambique

O Fundo Monetário Internacional (FMI) revelou nesta Quarta-feira (17)...

FMI ajusta a previsão do crescimento da economia mundial para 3,3% em 2025

O Fundo Monetário Internacional (FMI) ajustou ligeiramente para cima...

FMI: Nada norteia atribuições de isenções fiscais em Moçambique

Alexis Meyer-Cirkel está de saída de Moçambique, onde esteve...