Segunda-feira, Abril 15, 2024
spot_img

Moçambique prevê retomar a frota de comboios para Eswatini este ano

O serviço de comboio de passageiros entre Moçambique e o Reino de Eswatini poderá ser retomado este ano, sujeito à conclusão de obras de infra-estrutura necessárias na linha férrea do país vizinho. Lara Popinsky, chefe de Serviços de Transporte de Passageiros na empresa Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), revelou ao “Notícias” que as viagens experimentais já foram realizadas, mas a infra-estrutura do lado de Eswatini ainda não está adequada, o que resulta em viagens mais demoradas.

Como resposta a essa situação, os CFM estão reavaliando a estrutura organizacional e operacional do serviço de comboio, tendo criado uma comissão com técnicos dos dois países para elaborar um novo projecto de exploração do corredor ferroviário. Este projecto, já submetido para avaliação e aprovação, inclui mudanças nos horários, vias e outros aspectos cruciais para uma operação eficiente.

Durante as viagens experimentais, mais de 550 passageiros foram transportados em duas ocasiões, marcando o retorno do serviço quase duas décadas após a sua interrupção. Popinsky destacou o interesse da Eswatini Railways na retomada das ligações entre os dois países e a expectativa de que isso ocorra em breve e em melhores condições. Além disso, revelou que há projectos em curso para restabelecer as ligações ferroviárias com a África do Sul.

O transporte de passageiros entre Moçambique e Eswatini por via-férrea foi retomado em 2022, após duas décadas de interrupção. A primeira viagem ocorreu em Novembro, com um custo de 1.250 meticais por passagem. Em Agosto do mesmo ano, representantes das empresas CFM e Eswatini Railways assinaram um acordo para a circulação de comboios directos entre o Porto de Maputo e Sdokodvo, formalizando o transporte de carga entre os dois países.

A retomada do transporte de passageiros por comboio entre Moçambique e Eswatini visa facilitar o comércio e impulsionar o crescimento económico em ambos os países. A expectativa é de que, com as obras de infra-estrutura e os ajustes operacionais, o serviço de comboio possa ser restabelecido com sucesso e contribua para uma maior integração entre as nações.

spot_img

Próximos Eventos

Partilhe:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias Relacionadas

Parceria entre LAM e TAAG amplia voos entre Moçambique e Angola

A parceria entre as instituições de aviação moçambicana e...

Nacala Logistics reforça a capacidade logística de transporte de carvão

Nacala Logistics reforça a capacidade logística de transporte de...

Parque Nacional Kruger opõe-se a ligação fronteiriça com Moçambique

A direcção do Parque Nacional Kruger, a maior reserva...

Parceria Histórica: Yango e ATAXCIMA unem forças para revolucionar a indústria de táxis em Moçambique

A Associação de Taxistas da Cidade de Maputo (ATAXCIMA)...

Notícias e Eventos

Artigos mais recentes

AMOMIF: Procedimentos incorrectos nas discussões sobre salário mínimo prejudicam IMF

A AMOMIF (Associação Moçambicana de Operadores de Microfinanças) vai participar nas negociações relativas à concertação social e fixação de salário mínimo, que iniciaram, sexta-feira,...

Japão e SAPP firmam parceria para desenvolver energias renováveis na África Austral

A Agência Japonesa de Cooperação Internacional (JICA) e o...

Mono e Mastercard firmam parceria para revolucionar pagamentos digitais em África

A Mono Technologies Nigeria Limited, líder em infra-estrutura bancária...

Rand sul-africano se fortalece antes de dados de inflação dos EUA

O rand sul-africano fortaleceu-se à frente dos dados de...

Parceria entre LAM e TAAG amplia voos entre Moçambique e Angola

A parceria entre as instituições de aviação moçambicana e...

Kenmare Resources prepara-se para aumento na produção após queda no primeiro trimestre

A Kenmare Resources, empresa que explora a mina de...

Desenvolvimentos recentes na economia doméstica e perspectivas a curto prazo

O relatório divulgado pelo Banco de Moçambique, mostra os...