Sábado, Junho 15, 2024
spot_img

MTN Bushfire: Anunciados os artistas do CollaboNation 2024

Após um processo de convocação do CollaboNation que durou um mês e que contou com 182 candidaturas de mais de 15 países africanos – até Cabo Verde, Etiópia, Quénia e Camarões, bem como da região da África Austral, o MTN Bushfire tem o prazer de anunciar que os artistas do CollaboNation deste ano serão Bholoja (Eswatini) X Stewart Sukuma (Moçambique).

O Collabonation 2024 é orgulhosamente patrocinado pela MTN Eswatini, o patrocinador principal do festival MTN Bushfire.

  •  Bholoja: Ícone da música africana contemporânea

Bholoja, nascido Mbongiseni Ngubane no Reino de Eswatini, é considerado uma das figuras mais relevantes da cena musical africana contemporânea. Com um sentido de humor contagiante e um otimismo irreprimível, a voz de Bholoja tornou-se um porta-voz dos mais desfavorecidos. Cantando em Siswati e em inglês, o seu estilo caraterístico de Swazi Soul mistura Alternative Soul, Gospel, Jazz, Blues e ritmos tradicionais africanos.

Um verdadeiro inovador, Bholoja é um símbolo dos ritmos, melodias e cultura nativos de Eswatini. Foi nomeado para o Comité de Entretenimento em Eswatini pelo Rei Mswati III em 2008 e fundou a Bholoja Arts Technology and Educational Foundation (BATEF) em 2010.

As suas letras poderosas, combinadas com a sua voz marcante e multicolorida, valeram-lhe o reconhecimento internacional.

Algumas das suas realizações musicais incluem Melhor Artista Africano em Ascensão em 2009 no Visa Pour la Creation (organizado pela Culture France), Melhor Álbum Siswati 2010 (Swazi Soul I) nos Prémios de Realização da Música Tradicional Sul-Africana (Prémios SATMA), Melhor Álbum 2012 (Swazi Soul I), Artista do Ano dos Prémios Tihlabani da Suazilândia 2012. Durante três anos consecutivos, ganhou o prémio de Artista Swazi Mais Vendido e foi classificado no Top Ten da Radio France International (RFI).

  •  Stewart Sukuma: A voz que transforma Moçambique

Irreverente, versátil e multi-talentoso, Stewart Sukuma é um dos músicos mais importantes de Moçambique, além de ser um poeta publicado, apresentador de TV, humanitário, activista social e defensor do meio ambiente.

Sukuma combina música tradicional e contemporânea moçambicana com instrumentais revolucionárias, criando um som enérgico, dançável e contagiante, misturado com melodias doces mas poderosas que transportam uma mensagem de esperança e renovação.

Gravou e partilhou o palco com alguns dos maiores nomes da música internacional, como Lee Ritenour, Mark Knopfler, Ivan Lins, Gilberto Gil, Luis Represas, João Gil, Paulo de Carvalho, Ana Moura, Hugh Masekela, Oliver Mtukudzi, Abdullah Ibrahim, Paulinho da Costa, Bonga e Lokua Kanza.

Ao longo dos seus 40 anos de carreira, tem actuado em todo o mundo e recebido inúmeros prémios, tendo sido condecorado com a Medalha das Artes e Letras pelo Presidente de Moçambique, o Grau Oficial da Ordem de Mérito do Infante D. Henrique pelo Presidente de Portugal e a Medalha da Legião Paranaense do Expedicionário pelo Brasil, em reconhecimento do seu contributo para a divulgação dos valores culturais no mundo. O Município da sua cidade natal, Quelimane, concedeu-lhe o título de Cidadão Honorário em 2022.

Este empolgante emparelhamento reflecte os objectivos do projecto CollaboNation da MTN Bushfire, nomeadamente ligar e unir a região através de uma série de colaborações musicais únicas, apoiando a tecelagem dos géneros musicais ricos e diversificados de África e criando ligações entre indústrias e redes culturais.

  •  CollaboNation: Unindo artistas africanos além fronteiras

“A CollaboNation nasceu da pandemia de Covid-19 como resposta à pergunta: nesta época de restrições às viagens e às interacções físicas, como podemos apoiar as marcas artísticas e a mobilidade artística, estimulando ao mesmo tempo activamente novos trabalhos dinâmicos?”, afirmou Jiggs Thorne, Director do mundialmente aclamado festival MTN Bushfire.

“A MTN Bushfire decidiu apoiar as colaborações porque estas provaram ser um factor de sucesso para os artistas africanos, ao polinizarem bases de fãs de diferentes países e géneros, atraindo a atenção dos meios de comunicação social e expondo, assim, não só os artistas imediatos, mas também os seus contemporâneos nacionais a novos mercados e submercados na região e, potencialmente, no mundo”, acrescentou.

Além disso, as colaborações podem quebrar barreiras culturais, proporcionar oportunidades económicas regionais e ajudar a impulsionar carreiras sustentáveis e empresas criativas.

Esta é a segunda edição do projecto CollaboNation, que convida artistas de toda a África a candidatarem-se, dando-lhes a oportunidade de colaborarem uns com os outros através da gravação de canções originais e inspiradoras. As futuras edições do CollaboNation serão alargadas com o objectivo de organizar colaborações entre artistas africanos e de outros continentes, criando um verdadeiro intercâmbio global de culturas e estilos musicais.

Os fãs de CollaboNation poderão acompanhar o percurso criativo dos artistas à medida que se juntam para gravar a canção, com excertos íntimos no estúdio e pequenos documentários. A viagem culminará com uma actuação ao vivo dos artistas nos palcos internacionalmente célebres do festival internacional de artes MTN Bushfire, em Eswatini, de 31 de maio a 2 de junho de 2024. Posteriormente, será lançado o vídeo musical desta colaboração.

Para acompanhar esta incrível viagem de colaboração com vídeos em estúdio, rolos de artistas e outros lançamentos áudio e visuais até ao MTN Bushfire 2024, basta seguir o site: “CollaboNation” no Facebook, Instagram e @CollaboNation_ no Twitter, bem como subscrever o canal CollaboNation no YouTube.

Entrevistas Relacionadas

Marco Abalroado: “Disponibilizamos uma linha de crédito avaliada em $50 Milhões para potenciar o Conteúdo Local”

O Profile esteve à conversa com Marco Abalroado, Administrador...

Edson Rufai: “Queremos destacar 30 Mulheres na Comunicação, Marketing e Relações Públicas” em Moçambique

A Conferência “Mulheres na Comunicação, Marketing e Relações Públicas”...