O Reino Unido decidiu retirar todos os restantes países que se encontram na lista vermelha. O Reino Unido tomou esta decisão após uma revisão da última avaliação de risco da Agência de Segurança Sanitária do Reino Unido (UKHSA). Alguns países estavam na lista vermelha desde que a nova variante do coronavírus começou a deixar a sua marca em países de toda a Europa.

Os países que serão retirados da lista vermelha são Eswatini, Angola, Malawi, Botswana, Namíbia, Moçambique, Lesoto, Nigéria, África do Sul, Zimbabué, e Zâmbia. Isto significa que os passageiros provenientes destes países não terão de ser submetidos a quarentena hoteleira aquando da sua chegada ao Reino Unido.

Além disso, os passageiros que tenham reservado um quarto de hotel em Quarentena Gerida após as 4 da manhã de 15 de Dezembro, receberão reembolso total. Segundo uma declaração do governo britânico, “À medida que os casos Omicron aumentam no Reino Unido e em países de todo o mundo, a lista vermelha de viagens é menos eficaz para retardar a incursão da variante a partir do estrangeiro e estas medidas temporárias já não são proporcionais. A lista vermelha tem servido o seu propósito em atrasar a propagação da Omicron no Reino Unido para ganhar tempo para o governo aprender mais sobre esta variante e preparar-se para o seu potencial impacto”.

O Reino Unido também decidiu continuar com o teste pré-partida, dois dias antes da sua chegada. Isto significa que o teste PCR é um teste obrigatório para todos os passageiros vacinados. Também necessitam de se auto-isolarem até e a menos que recebam um resultado negativo do seu teste COVID. A mesma regra do teste pré-partida também se aplica aos passageiros não vacinados, e um teste PCR no segundo e oitavo dias, enquanto se auto-isolam durante um total de dez dias.

O Reino Unido é de opinião que é importante continuar com os testes, a fim de proteger os cidadãos, e refrear quaisquer casos adicionais do novo vírus Omicron. De acordo com Sajid Javid, Secretário da Saúde e Assistência Social, “a Omicron espalhou-se tão amplamente pelo mundo, que a lista vermelha de viagens é agora menos eficaz em retardar a incursão da Omicron a partir do estrangeiro. Embora vamos manter as nossas medidas temporárias de teste para viagens internacionais, vamos retirar todos os onze países da Lista Vermelha de viagens a partir das 4 da manhã de 15 de Dezembro”.

O Reino Unido está a concentrar-se no reforço de vacinas para todos os adultos do país. Especialistas sugerem que esta é uma das melhores formas de manter a nova variante da COVID 19 à distância.

FONTETimes Travel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui