Quinta-feira, Julho 18, 2024
spot_img

ONU solicita 413,4 milhões de dólares para ajuda humanitária em Moçambique no próximo ano

O plano de resposta das Nações Unidas (ONU) para 2024 inclui 413,4 milhões de dólares para Moçambique, montante que visa ajudar 1,7 milhões de pessoas de um total de 2,3 milhões em necessidade. Com as perspectivas humanitárias globais a permanecerem “sombrias”, a ONU lançou o seu apelo para 2024, pedindo 46,4 mil milhões de dólares para ajudar 180,5 milhões de pessoas no mundo mediante “assistência e protecção que salvam vidas”.

Para o corrente ano, as Nações Unidas haviam pedido 512,9 milhões de dólares para Moçambique – o único país lusófono visado no apelo –, mas esse requerimento foi financiado em apenas 36%, segundo um relatório divulgado esta Segunda-feira, 11 de Dezembro. Contudo, em 2024, quase 300 milhões de pessoas em todo o mundo necessitarão de assistência e protecção humanitária, devido a conflitos, emergências climáticas e outros factores, sendo que 74,1 milhões dessas pessoas estão na África Oriental e Austral.

Segundo o organismo, a crise no Sudão é responsável por quase 40% desse total, uma vez que as necessidades internas do país, e de toda a região, aumentaram desde que o conflito eclodiu em Agosto de 2023. “O Sudão está a registar um aumento vertiginoso das necessidades, de 15,8 milhões de pessoas em 2023 para uns impressionantes 30 milhões de pessoas em 2024. Na África Ocidental e Central, 65,1 milhões de pessoas estão em necessidade, e as crises no Burkina Faso e no Níger expandiram-se e intensificaram-se, impulsionando o aumento das necessidades em comparação com 2023”, explicou a ONU no seu relatório “Visão Global Humanitária 2024”.

Não obstante, os conflitos, desastres climáticos e desastres naturais – como os que afectaram fortemente Moçambique – e factores económicos são os três principais impulsionadores dessas necessidades que, combinados, fizeram a insegurança alimentar aguda tornar-se uma realidade para 258 milhões de pessoas em 58 países, segundo a ONU.

Entrevistas Relacionadas

Empresários defendem ajustes no PAE para impulsionar economia moçambicana

O Pacote de Medidas de Aceleração Económica (PAE) foi...

Veja as implicações dos novos acordos de dívidas ocultas para Moçambique

O Fundo Monetário Internacional (FMI) revelou nesta Quarta-feira (17)...

FMI ajusta a previsão do crescimento da economia mundial para 3,3% em 2025

O Fundo Monetário Internacional (FMI) ajustou ligeiramente para cima...

BdM: Dinheiro a circular aumenta para 62,7 Mil Milhões de Meticais em Maio

O dinheiro físico a circular em Moçambique aumentou 8,5% em...