Sábado, Junho 15, 2024
spot_img

Operadores de telefonia móvel criam pacotes de dados de internet acessíveis para jovens

Em resposta às reações em torno da revisão das tarifas de telecomunicações de voz e dados de internet no país, a autoridade reguladoras das Telecomunicações(INCM), anunciou nesta sexta 10 de maio, em conferência de imprensa que orientou as operadoras a criarem pacotes de dados de internet especificamente para jovem num valor de 0.03mt que equivale a 30 Mt por cada 1GB.

Massingue Apala, administrador Executivo do INCM, afirmou que em concertação  com as tres operadoras face às preocupações dos utilizadores de telefonia móvel que a autoridade reguladora das comunicações esta  receber relativas ao acesso a internet principalmente de camada jovem, e para dar resposta a esta preocupação, os operadores vão lançar nos próximos dias pacotes específicos  para a camada jovem dos 16 aos 25 anos, que incluem benefícios adicionais e a preço acessível.

Este pacote de dados especificamente para a camada juvenil terá um custo de 0,03 Mt/MB o que significa que com 15 mt dá direito a 500MB e 30 Mt dá direito a 1GB, disse Massingue Apala.

Apala, explicou que a medida tomada foi para atender as necessidades de jovens estudantes, empreendedores e muitos outros que tem nas comunicações uma fonte de renda.

Adil Ginabay, em representação das três operadoras (TMCEL , Vodacom e Movitel), reconheceu que a prática de bônus ilimitados era nefasta para as operadoras, sobretudo pelo nível de investimento que as operadoras fizeram nos últimos anos.

A prática de bônus ilimitados era nefasta para as operadoras, e a introdução desta prática por parte de todas operadoras foi uma necessidade para fidelizar os seus clientes que acabou enfraquecendo o mercado das telecomunicações, a decisão de aumentaras tarifas foi uma iniciativa dos operadores de telefonia móvel:

Moçambique é agora um dos países com as tarifas de comunicação mais competitivas ao nível da África Austral. Tornando-se assim o segundo país  com tarifa mais baixa por cada GB a nível da SADC, Malawi 68Mt, Moçambique 70Mt, Angola 73.95 Mt, Eswatini 239.26 , África do Sul 290.53Mt , Lesotho 320.91Mt, Botswana 558.31Mt.

A Autoridade Reguladora das comunicações reduziu igualmente o preço na ordem de 90% do custo de acesso a conteúdos locais hospedados em Moçambique do domínio .mz e acesso a custo zero às plataformas de educação a nível nacional do domínio ac.mz.

Entrevistas Relacionadas

Ministro dos Transportes apela por diálogo para resolver disputas sobre tarifas de telecomunicações

O Governo, representado pelo ministro dos Transportes e Comunicações,...

Vodacom lança acesso gratuito à Internet em Maputo

Num movimento significativo para aumentar a inclusão digital, a...

Houve redução nas tarifas das telecomunicações, segundo o INCM 

O porta-voz da Autoridade Reguladora das Comunicações (INCM), Massingue...

Sector das telecomunicações perdeu 50 milhões de dólares devidos aos ciclones

O governo de Moçambique divulgou que o sector das...