Porto da Beira incrementa sua capacidade

Até o momento, decorre a instalação de mais de duzentas câmaras de alta tecnologia para o controlo das operações portuárias e para melhor dar resposta à demanda.

Com a montagem destes aparelhos, o manuseamento de carga durante a noite fica mais facilitado, segundo Miguel de Jenga, director de Operações da Cornelder de Moçambique, empresa que gere o Porto da Beira.

Miguel de Jenga afirmou que o Porto da Beira, processo de modernização e ampliação, tem vindo a assumir-se como um centro determinante do ponto de vista de navegação marítima a nível continental.

O Porto da Beira está localizado estrategicamente no centro do país, liga directamente, quer por via rodoviária ou ferroviária, os principais mercados do hinterland da África Austral, o Zimbabwe, Malawi, a Zâmbia, Botswana, a República Democrática do Congo e outras rotas do comércio internacional.

No local encontra-se um terminal de contentores, dos mais modernos na região. As infra-estruturas abarcam um cais de 645 metros de comprimento e uma profundidade de 12 metros. O Terminal possui 4 pórticos porta-contentores navio-terra, dois dos quais com capacidade de 65 toneladas de carregamento.

Relacionado  Porto da Beira continua na vanguarda como um dos terminais de contentores mais eficientes da África Austral

O Porto comporta, igualmente, um terminal de carga geral, que compreende 4 cais com um comprimento total de 670 metros e uma profundidade de 9.5 metros.

O terminal tem o potencial de responder a vários propósitos e está devidamente equipado para manusear várias cargas a granel. Há também, no local, o terminal de cereais com capacidade de 50 mil toneladas de armazenamento.  O trigo e o milho são os produtos mais comuns manuseados anualmente pelos utilizadores do terminal.

 

FONTERedação/Rádio Moçambique/Cornelder

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui