Sábado, Junho 15, 2024
spot_img

Potencial de gás natural em Moçambique pode render 100 mil milhões de dólares

A consultora Deloitte concluiu que as reservas de gás natural de Moçambique têm o potencial de gerar receitas de até 100 mil milhões de dólares, destacando o papel crucial do país na transição energética global.

Segundo o relatório de 2024 da consultora sobre as perspectivas energéticas de África, Moçambique poderá tornar-se um dos 10 maiores produtores mundiais de gás até 2040, respondendo por 20% da produção do continente.

Além disso, o relatório destaca que Moçambique poderá contribuir significativamente para as necessidades energéticas globais, especialmente durante a transição para energias renováveis. A consultora ressalta a importância de desenvolver capacidades em energias renováveis e tecnologia para atender às demandas da indústria.

O relatório também prevê que o gás natural poderá gerar cerca de 100 mil milhões de dólares em receitas para Moçambique ao longo de sua vida útil. Além disso, o país possui activos hidroeléctricos, como a barragem de Cahora Bassa (2.000 MW) e o potencial da barragem de Mphanda Nkuwa (1.500 MW), que podem contribuir para a descarbonização da indústria regional.

Entrevistas Relacionadas

 Demanda por petróleo pode atingir novos recordes em 2024, prevê EIA

A Administração de Informações sobre Energia dos Estados Unidos...

Moçambique e Brasil firmam acordo para impulsionar biocombustíveis e desenvolvimento económico

Durante o Fórum Biodiesel realizado esta semana em São...

Ministério dos Recursos Minerais e Energia propõe uso interno do gás da Bacia do Rovuma para impulsionar outros sectores

Durante um encontro com representantes do sector privado, o...

Governo de Moçambique aguarda detalhes para oficializar a venda das acções da Galp

O presidente do Conselho de Administração (PCA) do Instituto...