- Anúncio-spot_img

Qatar Petroleum junta-se a TotalEnergies de França para exploração de três blocos na África do Sul

Análise de Mercado

As empresas Qatar Petroleum e TotalEnergies francesa, assinam acordo para aquisição de uma participação em três blocos de exploração offshore sul-africanos.

Registar agora nos termos do acordo que estão sujeitos à aprovação do governo sul-africano, QP será proprietário de 25% do bloco Sul Outeniqua, 30% do bloco DWOB, e 29,17% do bloco OBD, disse a empresa numa declaração.

“Estas aquisições representam uma excelente adição à nossa carteira regional sul-africana a montante, e baseiam-se no progresso positivo que se seguiu ao recente sucesso da perfuração no bloco 11B/12B”, disse Saad al-Kaabi, Ministro de Estado para os Assuntos Energéticos do Qatar, e Director Executivo do QP, na declaração.

QP, o maior produtor mundial de GNL, moveu-se nos últimos anos para expandir a sua pegada ultramarina e recentemente intensificou a sua actividade para cultivar uma carteira mundial centrada no gás a montante.

Aumentou a sua presença internacional através de uma série de negócios internacionais a montante e a jusante em países como Omã, México, Moçambique, Angola, Quénia, Guiana, EUA, Brasil, Costa do Marfim e Marrocos.

O bloco Sul Outeniqua abrange cerca de 49.000 km2 em profundidades de água até 5.000 m, com a TotalEnergies a trabalhar como operador e a deter os restantes 75% de participação. O bloco está localizado directamente a sul do bloco 11B/12B onde TotalEnergies, QP e Canadian Natural Resources Ltd. e Main Street Ltd. anunciaram descobertas significativas de condensado de gás nas perspectivas de Brulpadda e Luiperd.

Tocada como uma das maiores descobertas a nível mundial em 2020, a descoberta de gás natural de águas profundas e condensado da TotalEnergies na perspectiva Brulpadda foi anunciada em Fevereiro de 2019.

Estimado em cerca de 1 bilião de barris de equivalente de petróleo de gás e condensado, Brulpadda é a primeira grande descoberta de hidrocarbonetos offshore na África do Sul que despertou novo interesse de perfuração na região.

Os blocos DWOB e OBD cobrem uma área combinada de cerca de 53.000 km2 em profundidades de água até 4.200 m e localizados na Bacia Laranja directamente a sul dos blocos 2912 e 2913B da Namíbia, nos quais QP já detém interesses participantes, e na proximidade dos blocos 2913A e 2914B, nos quais a entrada de QP foi recentemente anunciada.

Os outros parceiros da JV no bloco DWOB são a TotalEnergies (operador) com uma participação de 50%, e a Sezigyn com uma participação de 20%. No bloco OBD, os parceiros da EC são TotalEnergies (operador) com uma participação de 48,61% e Impact com uma participação de 22,22%.

- Anúncio-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncio-

Destaque

Presidente da ACIS incentiva as empresas a filiarem-se em associações

O Presidente da Associação de Comércio, Indústria e Serviços (ACIS) Luís Magaço Jr., encoraja os empresários a filiarem as...
- Anúncio-

More Articles Like This

- Advertisement -