Sábado, Fevereiro 24, 2024
spot_img

A ExxonMobil prevê um aumento da sua carteira de GNL até 2030

A intenção de aumentar a carteira do GNL prende-se em satisfazer a procura crescente dos países asiáticos e europeus, onde o GNL é cada vez mais crucial para a segurança energética.

Andrew Barry, vice-presidente responsável pelo negócio de comercialização de GNL da empresa, disse que a ExxonMobil continua optimista quanto às oportunidades de GNL.

“Estamos muito optimistas quanto às oportunidades de crescimento do gás natural e do GNL. Quando se pensa nisso, investir em mais GNL faz certamente parte da estratégia”, disse Barry.

A ExxonMobil tem, actualmente, uma carteira global de GNL de quase 22 milhões de toneladas por ano, que planeia quase duplicar até ao final da presente década. A carteira de GNL da empresa inclui também participações importantes no ambicioso projecto de expansão do campo norte do Qatar.

A ExxonMobil pretende tomar decisões de investimento em novos projectos em Moçambique e na Papua Nova Guiné nos próximos anos, prevendo-se que a produção de cada projecto tenha início até ao final da década, avança o site upstream.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Partilhe:

spot_imgspot_img

Mais Lidas

Notícias Relacionadas
Notícias Relacionadas

Falta de garantias de empréstimos compromete investimentos em energias renováveis em África

O CEO da TotalEnergies, Patrick Pouyanne, afirmou na quarta-feira...

Estratégia de transição energética: Moçambique pretende investir em centrais solares

Moçambique pretende expandir sua capacidade de produção de energia...

Moçambique investe 80 mil milhões de dólares em revolução energética na província da Zambézia

Moçambique está a dar passos significativos em direcção a...

EDM perdeu mais de 27 mil milhões de meticais em cinco anos devido ao roubo de energia

A empresa Electricidade de Moçambique (EDM) enfrenta um prejuízo...