Quinta-feira, Julho 18, 2024
spot_img

Banco Mundial destina 150 Milhões de dólares para impulsionar o sector energético em Moçambique

O Banco Mundial vai canalizar  150 milhões de dólares em Moçambique para implementar o Projecto de Melhoria da Qualidade e Eficiência Energética (PERIP). Este projecto visa fortalecer as infra-estruturas eléctricas em várias províncias, incluindo Maputo, com o objectivo principal de aumentar a eficiência e a confiabilidade do sistema eléctrico.

Nilsa Pelembe, directora nacional de Operação do Sistema na Electricidade de Moçambique (EDM), explicou que o PERIP já começou a instalar novos equipamentos em subestações para melhorar o fornecimento de energia às famílias na cidade de Maputo. Além disso, o projecto inclui a reparação de 16 subestações e oito linhas de transmissão, bem como a construção de seis novas linhas para reforçar a capacidade e a robustez do sistema eléctrico.

A iniciativa não se limita a Maputo; também abrangerá outras regiões como Nampula, Zambézia e Niassa, alinhando-se com os esforços do governo para ampliar o acesso à electricidade em todo o país. Pelembe ressaltou que o objectivo é melhorar significativamente a qualidade de vida da população, atendendo aos desafios presentes e futuros no fornecimento de energia.

Recentemente, a EDM revelou que os custos anuais com iluminação pública em todo o país chegam a 20 milhões de dólares, destacando a necessidade urgente de eficiência na gestão dos recursos energéticos. Com um aumento de cerca de 50% na demanda energética nos últimos três anos devido ao crescimento no número de consumidores, esses investimentos se tornam ainda mais cruciais para o desenvolvimento sustentável de Moçambique.

O investimento do Banco Mundial no PERIP representa um passo significativo para fortalecer a infra-estrutura energética do país, promovendo uma melhoria substancial na qualidade de vida dos cidadãos e apoiando os objectivos estratégicos do governo de expandir o acesso à electricidade.

Entrevistas Relacionadas

Moçambique propõe abordagem adaptada na transição energética para países em desenvolvimento

Moçambique defende que as metas globais para a redução...

Niassa: concluídas as obras da mini central hídrica de 400 milhões de meticais

As obras de construção da mini central hídrica de...

Empresa Sul-Coreana garante contrato de 31,1 milhões de dólares para modernizar a rede eléctrica em Moçambique

A sul-coreana Hyosung Heavy Industries garantiu um contrato significativo...

Moçambique prevê suprir 5,5 GW da procura regional de energia até 2030

Durante o Fórum de Negócios Moçambique-Itália, realizado nesta Segunda-feira,...