Quinta-feira, Julho 18, 2024
spot_img

Edson Rufai: “Queremos destacar 30 Mulheres na Comunicação, Marketing e Relações Públicas” em Moçambique

A Conferência “Mulheres na Comunicação, Marketing e Relações Públicas” é o maior encontro de mulheres de Comunicação, Marketing e Relações Públicas de Moçambique, e busca celebrar as mulheres que tem se destacado na indústria em cada edição.

Como é de praxe, o Profile esteve à conversa com Edson Rufai, Coordenador Executivo do COMARP Forum, que deu a conhecer sobre a plataforma.

Profile Mozambique: Como surge a iniciativa?

Edson Rufai: A iniciativa surge no contexto da realização da primeira edição do Fórum de Comunicação, Marketing e Relações Públicas, também conhecido como arte-fórum, que ocorreu em Setembro de 2023. Esta iniciativa, está alinhada com o tema das celebrações do mês da mulher, que neste ano foca em “Investir na Mulher e Acelerar o Progresso”.

Acreditamos que ao realizar este evento, seria uma oportunidade ideal para demonstrar nosso compromisso com a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres no sector de comunicação e mostarr que as mulheres que trabalham neste sector contribuem significativamente, podendo alcançar grandes realizações.

PM: Quais são os objectivos da premiação “Mulher na COMARP”?

ER: A ideia é reconhecer, ou eleger, 30 mulheres que têm se destacado de forma visível no sector, por meio das iniciativas que promovem e do trabalho que realizam, tanto para suas próprias empresas quanto para o sector como um todo. Portanto, queremos demonstrar por meio desta nomeação que as mulheres estão activas e estão promover grandes transformações.

Por outra, pretendemos que o evento traga a inspiração, influenciando outras mulheres, especialmente as mais jovens, estudantes, a perceberem que ser uma profissional mulher na área de publicação, marketing ou relações públicas pode agregar valor ao país, mostrando que não há nada que possa impedir o alcance de grandes realizações.

E por fim,  buscamos explorar neste evento o desafio que as mulheres enfrentam no sector. Apenas 34% das mulheres actuam no mercado, ocupam posições de liderança em suas empresas, enquanto a maioria ainda está em posições muito inferiores.

A intenção é mostrar que ainda há um desafio global que as mulheres enfrentam no sector, especialmente em relação ao Objectivo de Desenvolvimento Sustentável nº 5, que visa alcançar a igualdade de género até 2030, com 50% de representatividade para homens e mulheres. Isso significa que ainda há um caminho a percorrer para alcançar essa igualidade.

PM: Em relação aos critérios de participação, quem pode se candidatar? Quais são os critérios de elegibilidade?

ER: A princípio, o fórum é uma oportunidade aberta a todas as mulheres que trabalham nos sectores de Comunicação, Marketing, Relações Públicas e áreas relacionadas. Isso inclui jornalistas, influenciadores digitais, profissionais de publicidade, entre outros sectores. Para se candidatar, a pessoa precisa ter pelo menos 18 anos e ser moçambicana. Além disso, um dos critérios é ter pelo menos três anos de experiência no sector.

Outros requisitos, são considerados vantajosos e colocam a candidata em posição favorável, como ter ocupado cargos de liderança ou gestão, ter desenvolvido projectos inovadores ou ter impactado positivamente a área que actua. No entanto, esses critérios adicionais não desqualificam aquelas que não as possuem.

PM: Sob ponto de vista de resultados, o que se espera no final deste exercício? Qual vai ser considerado o momento de pico do evento?

ER: No geral, o objectivo é conhecer as 30 mulheres mais influentes do nosso sector. Esse é o ponto alto do evento, ter a oportunidade de conhecê-las. Além disso, através dos debates que iremos promover, queremos inspirar mais mulheres jovens e empoderadas a se envolverem no sector de comunicação e relações públicas, mostrando-lhes as oportunidades de crescimento que existem. Nesse contexto, as mulheres são incentivadas a competir em pé de igualdade com os homens.

PM: Para quando está marcado o evento, e quais  são as condições de ingresso para os interessados?

ER: A prioridade é que o evento ocorra no dia 10 de Maio, em Maputo. O local ainda não foi confirmado, mas temos duas opções em mente. A primeira opção é a mediateca do BCI, onde esperamos realizar o evento, mas ainda aguardamos a confirmação. Caso o BCI não confirme, temos uma segunda opção.

O evento está programado para acontecer das 16h às 18h ou 19h, e ainda estamos a finalizar o programa. É importante destacar que o evento é aberto a todas as mulheres, sem exclusão dos homens. Também faremos convites especiais a alguns homens que trabalham no sector, além de convidar os estudantes a participarem. Esta é uma oportunidade para aprender com outras mulheres e se inspirar com as profissionais do sector.

PM: Alguma informação adicional inerente ao evento?

ER: Eu penso que como exploramos os pontos-chave, que temos de saber deste evento, apenas quero realçar que as nomeadas serão avaliadas por um júri. Não é a organização que vai indicar, entretanto o júri que vai determinar.

O júri será composto por empresas de mídia, figuras públicas que actuam no sector da comunicação. Então são essas pessoas que vão avaliar as candidaturas, isso vai determinar o factor  transparência.

Saiba mais em: COMARP Forum

Breve Perfil

Edson Rufai

Mestre em Gestão de Medias Digitais, Pós-graduado em Gestão de Projecto e Licenciado em Jornalismo.

Fundador do Maior Fórum de Comunicação, Marketing e Relações Públicas em Moçambique (COMARP FORUM).

Possui experiência em trabalhos ligados à área de Comunicação, Marketing Digital, Organização de Eventos e Assessoria de Imprensa para organizações não governamentais nacionais  e internacionais que actuam em Moçambique.

No ramo de negócio, tem se destacado como empreendedor, sendo sócio-fundador e Director Executivo da COME AGENCY, uma agência especializada na prestação de serviços de Comunicação, Marketing e Evento.

Entrevistas Relacionadas

Sulemane Ibraimo: “As pessoas compram histórias, não apenas produtos”

Sulemane Ibraimo, fundador e CEO da Ubuntu Holdings, é...

João Figueiredo: “Nossa maior ambição é nos inspirarmos nas necessidades dos clientes”

O Presidente do Conselho de Administração (PCA) do Moza...

ʺPriorizamos uma consultoria de gestão de capital humano focada na humanização dos processosʺ

Vicente Sitoe é um nome que ganha cada vez...