O antigo ministro das finanças da Guiné Equatorial, Cesar Augusto Mba Abogo, foi nomeado representante do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) em Moçambique, para substituir Pietro Toigo de Itália, anunciou a instituição.

Num comunicado, o presidente do BAD, Akinwumi Adesina, descreveu Mba Abogo como “um economista experiente e respeitado, com uma vasta experiência de gestão no sector público” que “traz uma forte experiência de trabalho com parceiros nacionais, internacionais e não governamentais” e cuja “experiência e conhecimentos especializados servirão bem o Banco em Moçambique”.

Adesina disse que o trabalho da Abogo deverá começar no dia 16 de Agosto.

A sua biografia descreve-o como um “economista e escritor com mais de 15 anos de experiência em economia de recursos nacionais, economia do desenvolvimento, política pública e negociações internacionais”.

Foi durante o seu mandato como ministro das finanças que a Guiné Equatorial concluiu as negociações para um programa de assistência financeira do Fundo Monetário Internacional no valor de quase 300 milhões de dólares.

“É uma honra aderir ao BAD, uma instituição liderada por uma pessoa que muitos de nós consideram o ‘principal optimista’ em África”, disse Abogo. “Estamos numa encruzilhada histórica para o nosso continente, e estou entusiasmado com a perspectiva de dar a minha contribuição ao BAD, a nossa principal instituição de desenvolvimento”.

Relacionado  Empresários defendem a falta de conhecimento por parte do sector para aceder a BVM

O BAD é uma instituição multilateral dedicada ao financiamento do desenvolvimento. Os seus accionistas são países africanos e outros fora da região, incluindo Portugal.

FONTEClub of Mozambique

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui