Segunda-feira, Maio 27, 2024
spot_img

Fim do recolher obrigatório: PR insta empresários a aproveitarem janela de oportunidade

O Presidente da República, Filipe Nyusi, anunciou ontem quarta-feira (16), um alívio das medidas das restrições contra a Covid-19. Uma delas é o recolher obrigatório que será suspenso a partir do próximo dia 19 de fevereiro.

Segundo Nyusi, o anúncio está alinhado com o recuo de todos os indicadores epidemiológicos no país: os números oficiais de mortes e casos têm diminuído desde o pico da quarta vaga (no início de janeiro), caindo para os valores mais baixos dos últimos meses.

Moçambique registou seis mortes e 372 casos durante a última semana, contada entre 07 e 14 de fevereiro. O país tem um total acumulado de 2.189 mortes e 224.719 casos de covid-19, dos quais 97% recuperados.

Na sua intervenção, o PR apelou aos agentes económicos para aproveitarem esta “suspensão, reanimando a economia”.

Nyusi anunciou a reabertura de todos os postos fronteiriços, a retoma de espetáculos, eventos desportivos e recreativos, com limitações de público aligeiradas.

Nas escolas, o número de alunos por cada sala é alargado de 20 para 30, é autorizada a reabertura de cantinas, do curso noturno e das aulas de educação física.

Restaurantes podem funcionar até às 23:00 e os bares também podem reabrir desde que tenham áreas ventiladas.

Redacção Profile Mozambique

Entrevistas Relacionadas

Emose obteve lucro de mais de 40 milhões de Meticais em 2023

O resultado líquido da Empresa Moçambicana de Seguros (Emose)...

INP considera movimento da Galp como rotineiro

O Instituto Nacional de Petróleo (INP) declarou na Quinta-feira,...

Vodacom Moçambique lança Fundação para impacto social

A Vodacom Moçambique fez o lançamento oficial da Fundação Vodacom Moçambique. A cerimónia...

Galp concluiu a venda da sua participação no projecto GNL

A Galp concluiu a venda de sua participação no...