Sem solo e sem causar danos ambientais, a Fresh and Green produz hortícolas da mais elevada qualidade. A técnica responsável por esse resultado é conhecida por hidroponia.

Considerada a agricultura do futuro, ela consiste em prover as plantas com uma solução nutritiva balanceada durante um processo em que as raízes ficam na água.

A Fresh and Green é a primeira empresa moçambicana a praticar hidroponia chegando a fornecer alguns supermercados, restaurantes e hotéis de Maputo.

Recentemente, o Presidente da República visitou as instalações da empresa, em Chiango, e congratulou a iniciativa. Em conversa, o director da Fresh and Green explicou que se pretende aumentar o espaço de produção e processar as hortícolas de modo a terem marca e embalagem próprias.

Nesse contexto, a empresa submeteu uma proposta ao Projecto Sustenta para solicitar financiamento e aumentar a área actual de 1.400 m² para 5.000 m² de estufas e todo sistema automático de empacotamento.

Com os olhos virados também para a redução de importação de hortícolas, a Fresh and Green quer suprir o mercado nacional oferecendo produtos de qualidade e diferenciados. Entretanto, se a mecanização da agricultura tradicional ainda não é conhecida nem dominada pela maioria, a inovação da hidroponia é menos ainda.

Ciente disso, a Fresh and Green mantém no prédio Jat uma bancada de produtos, onde um funcionário da empresa trata de explicar como são produzidos bem como as vantagens desse processo, desde a sustentabilidade ambiental até o sabor rico e distinto.

A Fresh and Green acredita que a falta de programas de educação que ensinem conceitos fundamentais como o da balança comercial está por de trás da fraca valorização de produtos locais. Em geral, a maioria das pessoas não compreende o impacto económico de comprar o que vem de fora, em vez do que é produzido localmente.

O FUTURO DO MERCADO DE HORTÍCOLAS ESPECIAIS

Foto: Fresh and Green

Apesar de poder produzir 16 mil alfaces, a empresa mete no mercado apenas 30%. Mas a estrutura necessária já está a ser montada para alavancar essa capacidade.

A Fresh and Green trabalha em parceria com a Hidromoz, uma empresa focada na distribuição de sistemas hidropônicos e forma técnicos em hidroponia.

Embora se pretenda alcançar um mercado maior, não há planos de abastecer mercados grossistas, como o do Zimpeto. Tal como esclareceu a Fresh and Green, “produzimos produtos especiais para clientes especiais”.

No entanto, se pretende colocar nas prateleiras dos supermercados produtos com a marca da empresa. De facto, em breve as hortícolas da Fresh and Green ganhará embalagem própria. O processo está a semanas de ficar pronto. Com este passo, espera-se reduzir as importações da África do Sul.

A variedade, limpeza e a qualidade tornam os produtos da Fresh and Green únicos e desejáveis para um público cada vez maior. Com 6 colaboradores moçambicanos, a Fresh and Green produz num ciclo de 45 a 50 dias.

No âmbito de suas acções sociais, a empresa faz entregares regulares de seus produtos ao lar Nossa dos Desamparados, onde vivem cerca de 90 idosos e à Casa Mateus 25, orfanato que acolhe crianças da rua. As duas instituições estão na cidade de Maputo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui