O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Daniel Nivagara, refere que a implementação do Sistema de Videoconferência do Governo e de medição de temperatura corporal traduzem em serviços digitais fiáveis e seguros, com um impacto significativo na continuidade e qualidade dos serviços prestados na Administração pública nacional, mormente ao período de vigência da pandemia da COVID-19.

O sistema possui 36 (trinta e seis) pontos terminais para a participação em reuniões virtuais, localizados nos diferentes Ministérios, nas Secretarias de Estado de nível central, bem como nas Secretarias de Estado de nível provincial, reduzindo a necessidade de mobilidade e contacto físicos dos participantes em reuniões.

Como parte integrante do sistema, estão disponíveis ainda 1000 (mil) licenças para alargar o número de utilizadores do mesmo para mais dirigentes através de dispositivos pessoais (computadores portáteis e dispositivos móveis).

De igual modo, o equipamento para a medição de temperatura corporal, vai ajudar as autoridades de saúde a melhorarem a flexibilidade e segurança nas operações de rastreio de infecções pela COVID-19 em locais de grande movimentação e aglomerados populacionais.

Relacionado  Vodacom expande tecnologia 4G para 136 sites em Junho

Por sua vez, o Embaixador da República Popular da China, Wang Hejum, agradeceu o governo Moçambicano pela confiança atribuída a Huawei, e explicou que o sistema irá garantir uma interconexão segura com o interior e exterior.

A conexão pragmática bilateral em várias áreas, como de ensino, tem aprofundado conhecimentos e promovido o desenvolvimento entre os dois países especialmente em Big data, 5G, Computação em Nuvem.

Já o CEO da Huawei para Angola e Moçambique, Chuxiaoxim, afirmou que após o Lançamento do sistema de videoconferência ao Governo de Moçambique, a prioridade é garantir a operação estável e segura da rede de comunicações.

 “Como líder global em TIC, a Huawei está comprometida com a luta contra a pandemia da COVID 19 em Moçambique, através da provisão dos serviços digitais”, sublinhou Chuxiaoxim.

Estratégia Governamental

O sistema faz parte da operacionalização da Estratégia da Reforma e Desenvolvimento da Administração Pública 2012-2025 (ERDAP 2012-2025) e, da implementação do Programa Quinquenal do Governo 2020-2024 (PQG 2020-2024), no quesito da promoção do uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) para melhorar a eficácia e eficiência no funcionamento da Administração Pública e, promover a boa prestação de serviços aos cidadãos.

Relacionado  INAGE repõe portais atacados por “hackers iemitas”

De igual modo, a implementação desta facilidade tecnológica digital enquadra-se também nos esforços de promoção do uso das TIC na Administração pública nacional, assim como definido na Política para a Sociedade de Informação (aprovado em 2018) e, nos respectivos Plano Estratégico e Operacional, ambos aprovados em 2019.

A Huawei, em parceria com o Governo de Moçambique através do Instituto Nacional do Governo Electrónico (INAGE), realizou acções de formação dirigidas aos quadros da Administração Pública que incluiram a utilização de sistemas de vídeo-conferência e de outras tecnologias que permitem trabalho colaborativo com recurso às TIC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui