- Anúncio-spot_img

Jovens Moçambicanos formados na Coreia do Sul pela Eni

Análise de Mercado

Onze jovens engenheiros moçambicanos viajaram para a Coreia do Sul para um programa de formação no local de trabalho, com a duração de seis meses, como parte da formação intensiva ministrada no âmbito do projecto Coral Sul, anunciou a ENI, em nome dos Parceiros da Área 4. 

As ações de formação abrangem as mais variadas áreas do Petróleo e Gás e visam responder à necessidade de profissionais qualificados em Moçambique. Um segundo grupo de 14 moçambicanos vai também começar a sua formação numa instalação de gás na Tunísia em finais de Junho, estando outros grupos já programados para os próximos meses. 

Os estagiários, recém-licenciados em Maputo e Pemba, integram o “programa 200” lançado pela Eni em 2014 para facilitar e potenciar a participação de recursos nacionais nos projectos energéticos da Eni.

Os engenheiros fazem parte de 40 finalistas que foram recrutados através de campanhas de selecção realizadas em 2019 e 2020, em várias instituições de ensino superior em Maputo e Pemba.

Receberam uma formação inicial em Moçambique sobre a língua inglesa e sobre conceitos de Petróleo e Gás e GNL, num ambiente de sala de aula.

Seguiu-se depois a formação específica nas áreas de saúde e segurança, marítima/naval, manutenção e serviços técnicos laboratoriais, ministrada pela Eni Corporate University (ECU).

As actividades de formação foram adaptadas de modo a cumprirem com as medidas de segurança da Covid-19, garantindo a qualidade e a continuidade do treinamento.

Os estagiários viajam para Geoje, na Coréia do Sul, onde estão em curso as actividades de construção do Coral-Sul FLNG, para uma formação no local de trabalho e familiarização com a plataforma flutuante de liquefação.

Durante a sua estadia no exterior, os estagiários estarão envolvidos nas actividades operacionais diárias, de modo a que estejam prontos para se juntarem ao projecto quando as operações do Coral Sul iniciarem em Moçambique, em 2022.

Esta iniciativa visa melhorar o conteúdo local e o desenvolvimento de competências dos Moçambicanos e faz parte do compromisso da Eni de contribuir para o desenvolvimento social e económico das comunidades do país onde opera.

 

- Anúncio-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncio-

Destaque

Presidente da ACIS incentiva as empresas a filiarem-se em associações

O Presidente da Associação de Comércio, Indústria e Serviços (ACIS) Luís Magaço Jr., encoraja os empresários a filiarem as...
- Anúncio-

More Articles Like This

- Advertisement -