Malawi incrementa o volume de carga importada a partir do porto de Nacala, de setecentas mil para um milhão de toneladas.

O incremento está associado à reabilitação da linha férrea Nkaya/Limbe em Blantyre e a reconstrução da ponte ferroviária sobre o rio Shire, cuja inauguração foi feita, esta terça-feira, pelo Presidente da República, Lazarus Chakwera.

A ferrovia ora inaugurada passa a suportar carga equivalente a cem contentores contra os anteriores vinte.

A inauguração desta plataforma vai acelerar a interligação dos países do interland e ao Malawi, em particular, aproximando cada vez mais os povos e proporcionando um serviço eficiente, seguro e a preço competitivo.

O Porto de Nacala, pela sua localização geo-estratégica, tem sido usado como porta de entrada de produtos essenciais para o Malawi, entre combustíveis, fertilizantes e produtos alimentares.

Discursando na ocasião, o presidente do Malawi Lazarus Chakwera disse sentir-se orgulhoso com a efectivação deste projecto, tendo prometido que o seu executivo está a trabalhar para cumprir o acordo de conectividade através da linha férrea de Sena.

Sublinhou que o seu governo aposta na construção e reabilitação de linhas férreas para aliviar os custos de transporte de pessoas e bens.

A cerimónia de inauguração da infra-estrutura ferroviária, contou com a participação do alto comissário de Moçambique no Malawi, Jorge Gune.

FONTENotícias AI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui