Subscreva a nossa newsletter

Moçambique perde 60 milhões de dólares por ano por pesca ilegal

O país perde, anualmente, cerca de 60 milhões de dólares devido à pesca ilegal, afirma a Ministra do Mar, Águas Interiores e Pescas.

Análise de Mercado

Augusta Maíta disse esta quarta-feira (23), em Maputo, na abertura do Fórum Inter-institucional sobre a Pesca Ilegal Não-reportada e Não-regulamentada, que alguns operadores de pesca artesanal, para além de usarem redes mosquiteiras para as suas actividades, não respeitam as recomendações das autoridades do sector.

Segundo a governante, outras transgressões são praticadas a nível supranacional, por navios que invadem as águas do território nacional e capturam ilegalmente diversas espécies pesqueiras, com destaque para o atum.

Para Augusta Maíta, o facto exige, do governo, maior fiscalização até ao limite da Zona Económica Exclusiva, para ajudar ainda no combate aos crimes marítimos e transnacionais.

A Ministra do Mar, Águas Interiores e Pescas diz que o país está a trabalhar para implementar, de forma célere, o acordo da Comissão do Atum do Oceano Índico, que obriga o desembarque das espécies capturadas ilegalmente nas águas do Índico.

A nível nacional, o acordo sobre as medidas do Estado de Porto da Comissão do Atum do Oceano Índico, será implementado nos Portos de Maputo, Beira e Nacala.

- Anúncio-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncio-

Destaque

Ambientalista defende mais financiamento às mulheres para um empreendedorismo sustentável

Regina Charumar é ambientalista e professora universitária residente na Cidade de Maputo. Reconhecida nacional e internacionalmente, Charumar destaca-se em...
- Anúncio-

More Articles Like This

- Advertisement -