Subscreva a nossa newsletter

Oportunidade de Financiamento para projeccto de Energia em Moçambique.

Análise de Mercado

Foi lançada um nova ronda de financiamento em Moçambique, inaugurada a 8 de fevereiro de 2021 dentro do projecto BGFA. Esta janela de financiamento foi desenhada em cooperação com o Fundo de Energia de Moçambique (FUNAE).

A janela de financiamento de Moçambique é voltada especificamente para desenvolimento de micro-redes. Os ESPs interessados estão agora convidados a se registrar para a ferramenta de inscrição online, e enviar suas inscrições o mais tardar até 29 de março de 2021.

Espera-se que este desenvolvimento seja implementada sob uma estrutura de licenciamento piloto com foco no fornecimento de serviços de energia fora da rede dentro de áreas de serviço de energia especificadas. Os serviços de energia serão implementados durante um período de quatro anos, com um financiamento total de 6,7 milhões de euros.

O BGFA baseia-se nas experiências do BGFZ (https://www.bgfz.org), uma iniciativa sueca no âmbito do Power Africa.1. As primeiras experiências do programa piloto BGFZ mostraram que os consumidores rurais e periurbanos estão interessados ​​em comprar serviços de energia fora da rede.

 O capital privado foi mobilizado e os resultados sociais e de gênero foram positivos. Estes resultados preliminares encorajaram a Suécia a solicitar que a NEFCO criasse o BGFA como um mecanismo de financiamento separado. O objetivo é expandir para mercados rurais e periurbanos mal servidos na ASS.

O BGFA visa colmatar uma lacuna crítica entre o apoio na fase inicial, tradicionalmente oferecido por fundos de desafio e capital (de impacto), e a dívida concessional / comercial necessária para fazer a transição para escala na ASS.

A abordagem do BGFA pode fornecer financiamento direto e baseado em resultados para ESPs para superar os primeiros desafios estruturais no mercado, construir negócios e confiança dos investidores e mobilizar proativamente vários tipos de investimento downstream e financiamento de dívida.

Os Candidatos / Candidatos Principais que participam no BGFA2 deverão fornecer um montante substancial do seu próprio financiamento, bem como mobilizar o cofinanciamento. O montante de financiamento BGFA2 baseado em resultados disponível para projetos individuais será determinado durante a fase de candidatura final usando uma abordagem de leilão reverso.

As propostas de projetos serão classificadas e, eventualmente, receberão financiamento com base no valor geral esperado para o dinheiro e na capacidade de cumprir as metas do BGFA2.

Oportunidades de financiamento

Os Candidatos / Candidatos Líderes que implementam e operam Micro-redes podem candidatar-se a financiamento BGFA2 para a implementação de projecto

(s) em Moçambique para fornecer serviços de energia em locais específicos. O financiamento pode ser usado para implantação e operação de serviços de energia por meio de micro-redes, bem como por meio de soluções autônomas. As soluções autônomas só podem ser oferecidas como uma solução complementar às soluções baseadas em micro-rede para clientes que não estarão conectados à

(s) micro (s) rede (s) nos locais especificados. Projetos que proponham a implantação de soluções exclusivamente autônomas não são elegíveis para financiamento BGFA2.

Para receber o financiamento do BGFA2, os ESPs são obrigados a se envolver na venda e entrega de serviços de energia fora da rede renováveis ​​e acessíveis diretamente aos consumidores finais de uma maneira duradoura e sustentável.2

A implementação do projeto está prevista para começar em 2022 e terminar em 2026.

Na candidatura, os Candidatos / Candidatos Principais devem especificar o montante total de financiamento do BGFA2 que está a ser pedido e as suas necessidades de financiamento do BGFA2 anuais previstas para o período de implementação do projeto de quatro anos (2022-2026).

Mais informações sobre o programa BGFA estão disponíveis em: https://beyondthegrid.africa

Baixe o Guia de pre-qualificação aqui – https://beyondthegrid.africa/wp-content/uploads/BGFA2-PQ-Guidelines_Mozambique_20210208.pdf

- Anúncio-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncio-

Destaque

Ambientalista defende mais financiamento às mulheres para um empreendedorismo sustentável

Regina Charumar é ambientalista e professora universitária residente na Cidade de Maputo. Reconhecida nacional e internacionalmente, Charumar destaca-se em...
- Anúncio-

More Articles Like This

- Advertisement -