Segunda-feira, Abril 15, 2024
spot_img

Pagamento de sinistros da EMOSE cai perto de 50 milhões no 1º semestre

Assim, passou dos anteriores 540 milhões nos últimos seis meses de 2022 para os 492 milhões de meticais, no primeiro semestre de 2023, avança a Agência de Informação de Moçambique.

Apesar do cenário, o Presidente do Conselho de Administração (PCA) da EMOSE, Janfar Abdulai, avaliou positivamente os resultados, garantindo que a seguradora mais antiga do país continua “robusta”.

“O desempenho foi positivo, a EMOSE está numa situação de robustez jamais vista nos últimos anos e não há indícios de uma aparente falência, a EMOSE continua a ser uma empresa robusta, credível no mercado”, afirmou.

“Uma das coisas que melhorou bastante nos últimos tempos é a regularização de sinistros. Hoje, a EMOSE é uma das melhores seguradoras exactamente porque consegue regularizar atempadamente os sinistros”, sublinhou hoje, em Maputo, o PCA, falando à imprensa durante a Reunião de Avaliação Semestral do Plano de Actividades e Orçamento para 2023.

Em relação aos planos de negócio, disse perspectivar uma empresa “mais informatizada, queremos melhorar os nossos processos internos, capacitar mais a nossa mão-de-obra a todos os níveis” e também apostar na informação, tecnologias e melhorar do atendimento ao cliente para fazer face aos desafios do mercado.

No primeiro semestre, entraram para EMOSE (Prémios Brutos Emitidos) cerca de 1,5 mil milhões de meticais, contra os 2,1 mil milhões dos últimos seis meses de 2022.

A Reunião de Avaliação Semestral do Plano de Actividades e Orçamento para 2023, que junta gestores e quadros seniores da empresa, tem a duração de dois dias e visa fazer uma avaliação do desempenho relativo ao primeiro semestre e projecção do segundo semestre do ano em curso.

spot_img

Próximos Eventos

Partilhe:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias Relacionadas

Empresas portuguesas utilizam IA para reduzir perdas de água em Maputo

A  LTPlabs e a MAAT, empresas portuguesas,desenvolveram uma solução...

Sasol fortalece desporto em Inhambane através de doações às comunidades de Govuro

A Sasol, entregou equipamento desportivo a 22 equipas do...

Mais cinco empresas aderem ao selo MADE IN MOZAMBIQUE

Mais cinco empresas nacionais, sediadas na capital do país,...

CTA defende a promoção do trabalho digno no sector de segurança privada

A CTA defendeu, na I Sessão Plenária Ordinária da...

Notícias e Eventos

Artigos mais recentes

AMOMIF: Procedimentos incorrectos nas discussões sobre salário mínimo prejudicam IMF

A AMOMIF (Associação Moçambicana de Operadores de Microfinanças) vai participar nas negociações relativas à concertação social e fixação de salário mínimo, que iniciaram, sexta-feira,...

Japão e SAPP firmam parceria para desenvolver energias renováveis na África Austral

A Agência Japonesa de Cooperação Internacional (JICA) e o...

Mono e Mastercard firmam parceria para revolucionar pagamentos digitais em África

A Mono Technologies Nigeria Limited, líder em infra-estrutura bancária...

Rand sul-africano se fortalece antes de dados de inflação dos EUA

O rand sul-africano fortaleceu-se à frente dos dados de...

Parceria entre LAM e TAAG amplia voos entre Moçambique e Angola

A parceria entre as instituições de aviação moçambicana e...

Kenmare Resources prepara-se para aumento na produção após queda no primeiro trimestre

A Kenmare Resources, empresa que explora a mina de...

Desenvolvimentos recentes na economia doméstica e perspectivas a curto prazo

O relatório divulgado pelo Banco de Moçambique, mostra os...