A Covid-19 causou um prejuízo de 150 mil milhões de meticais na exportação de pescado, na província de Sofala.

O plano anual de exportação era de sete mil toneladas, contudo, apenas três mil foram exportadas.

A situação deve-se ao encerramento das fronteiras em muitos países para os quais os produtos pesqueiros eram exportados.

Essa afirmação foi feita por Carlos Sendela, chefe do departamento do Mar, Águas Interiores e Pescas nos Serviços Provinciais de Actividades Económicas de Sofala, em entrevista à Rádio Moçambique.

Segundo Sendela, para reverter a situação, empresas estão a ser sensibilizadas pelo sector para apostarem no mercado nacional.

Relacionado  SADC revela Visão 2050 para a África Austral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui