Quarta-feira, Fevereiro 21, 2024
spot_img

Presidente da República recebeu parlamentares chineses para fortificar a cooperação Bilateral

Filipe Nyusi, recebeu em audiência de cortesia, uma delegação da Assembleia Popular Nacional, o mais alto órgão legislativo da República Popular da China. A Delegação chegou em Moçambique para fortalecer as relações de amizade e cooperação em diversas áreas, bem como estabelecer um intercâmbio legislativo com o parlamento moçambicano.

Filipe Nyusi manifestou o interesse no reforço da cooperação entre as duas nações em níveis legislativo, político, social e cultural, lembrando os longos e profundos laços de amizade entre os dois países.

Na sua intervenção, o presidente da República citou, como exemplo, o sucesso alcançado na participação de Moçambique no Fórum Cinturão e Rota, que teve lugar em outubro em Beijing, no qual Moçambique participou com uma delegação chefiada pelo primeiro-ministro, Adriano Maleiane.

Nyusi voltou a prestar condolências ao povo e governo chineses pelo falecimento do ex-primeiro-ministro chinês, Li Keqiang.

O primeiro vice-presidente da Assembleia da República, Hélder Injojo, que acompanhava a delegação chinesa, apresentou ao presidente de Moçambique os resultados alcançados na visita de dois dias, cuja agenda era o estreitamento das relações entre os dois órgãos legislativos.

No entanto o encontro serviu igualmente para aprofundar os históricos e tradicionais laços de amizade existentes entre os dois povos, que datam desde os primórdios da luta armada de libertação nacional, tendo se desenvolvido e consolidado ao longo dos 48 anos de independência do país.

“Foram passadas em revista as relações entre os dois parlamentos e a consolidação da cooperação entre os dois órgãos, na qualidade de representantes do povo”, disse Injojo.

Por seu turno, o vice-presidente do Comité Permanente da 14ª Assembleia Popular Nacional da China, Losang Gyaltsen, agradeceu a recepção e emitiu cumprimentos do presidente chinês, Xi Jinping.

Losang Gyaltsen realçou igualmente a importância do encontro que manteve com a presidente da Assembleia da República, Esperança Bias, no qual falaram sobre matérias legislativas.

A delegação, encabeçada pelo vice-presidente do Comité Permanente da 14ª Assembleia Popular Nacional da China, terminou ontem a sua visita a Moçambique.

De recordar que, no dia 18 de outubro, Moçambique partilhou no Fórum Cinturão e Rota a sua experiência no desenvolvimento verde, onde o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Manuel Gonçalves, disse que o desenvolvimento verde é olhar para a parte climática. Moçambique tem uma larga experiência em torno disso, sobretudo ligado às mudanças climáticas. “Moçambique tem sido fustigado pelas calamidades naturais, praticamente todos os anos, e tem sabido fazer face a essas calamidades naturais”, afirmou Gonçalves.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Partilhe:

spot_imgspot_img

Mais Lidas

Notícias Relacionadas
Notícias Relacionadas

Capitalização bolsista cresceu 12% para 183,9 mil milhões de meticais em 2023

A capitalização bolsista, principal indicador do mercado moçambicano de...

Niassa apresenta baixo índice de literacia financeira em Moçambique

O Banco de Moçambique divulgou recentemente os resultados do...

Saiba como o MEF irá criar de 413 mil novos empregos em 2024

O Ministro da Economia e Finanças, Max Tonela, anunciou...