Sexta-feira, Julho 12, 2024
spot_img

Puma Energy confirma avanços na redução da dívida do governo moçambicano

O director-geral da Puma Energy Moçambique, Danilo Correia, garantiu que o Governo está em processo de pagamento da dívida acumulada com as petrolíferas responsáveis pela importação e distribuição de combustíveis líquidos no país.

Durante uma conferência de imprensa dedicada à apresentação de um relatório sobre segurança energética e desenvolvimento de infra-estruturas, Correia explicou que a dívida, que atingiu seu pico em Março de 2021 devido aos efeitos da guerra entre Rússia e Ucrânia, está sendo reduzida significativamente. O montante devido à empresa que ele lidera já diminuiu consideravelmente, passando de 50 milhões de dólares para 14 milhões.

O director-geral expressou confiança de que, se os preços internacionais se mantiverem estáveis nos próximos meses, a dívida poderá ser totalmente resolvida em breve. Ele destacou o trabalho colaborativo entre o Governo e as empresas nos últimos meses como um factor-chave nesse progresso.

Além disso, Correia enfatizou que o processo de pagamento da dívida não está limitado à Puma Energy, mas se estende a todas as petrolíferas envolvidas, reconhecendo que cada caso é único.

Em Março do ano passado, a Confederação das Associações Económicas (CTA) de Moçambique relatou um aumento significativo na dívida do Governo com as empresas petrolíferas, saindo de 120 milhões para cerca de 450 milhões de dólares. Este cenário preocupante foi identificado como uma ameaça à estabilidade financeira do sector.

A falta de resolução para essa dívida já resultou no colapso de algumas importadoras. Em Abril de 2022, a Associação Moçambicana de Empresas Petrolíferas afirmou que pelo menos 15 das 30 empresas associadas foram afectadas pela dívida relacionada ao conflito entre Rússia e Ucrânia.

Entrevistas Relacionadas

Moçambique recebe investimento de $179 milhões dos EUA para energia renovável

Os Estados Unidos da América, por meio da US...

ENH certifica mais empresas para indústria do petróleo e gás

A Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH), através do projecto...

 Demanda por petróleo pode atingir novos recordes em 2024, prevê EIA

A Administração de Informações sobre Energia dos Estados Unidos...

Moçambique e Brasil firmam acordo para impulsionar biocombustíveis e desenvolvimento económico

Durante o Fórum Biodiesel realizado esta semana em São...