- Anúncio-

Resultados financeiros do UBA mostram crescimento nos lucros

Análise de Mercado

Os resultados financeiros do United Bank for Africa (UBA) mostram no primeiro trimestre um crescimento de dois dígitos em maior parte das principais linhas de rendimento.

O banco registou um crescimento modesto nas receitas com e sem juro, bem como um aumento de eficiência para proporcionar um acréscimo anual de 24 por cento dos lucros antes de dedução de impostos nos primeiros três meses do presente ano financeiro, para 99.6 milhões de dólares contra os 80.3 milhões de dólares registados no mesmo período de 2020.

Segundo um comunicado do banco, os lucros após a dedução de impostos cresceram de 73.8 milhões, em Março de 2020, para 93.6 milhões de dólares, para o mesmo período do ano em curso.

Para este ano, o UBA manteve novamente o seu forte crescimento anual registado de 20.5% de Retorno Sobre Património Liquido Médio (REO) comparado com 19.9% no período homólogo de 2020.

Motivado pelo crescimento anual nos lucros com juro, o Grupo UBA registou um outro crescimento anual de 5.5% de lucros brutos para fechar em 381.3 milhões de dólares para o período trimestral terminado em último mês de Março, contra os 361.0 milhões de dólares alcançados nos primeiros três meses do ano passado.

Os activos totais do banco também cresceram para 19.3 mil milhões de dólares no período em análise, comparado com 18.9 mil milhões de  dólares registado no final do ano fiscal de 2020, enquanto os fundos dos accionistas cresceram para 1.9 milhões, contra 1.8 milhões em 2020.

O director-geral do UBA, Kennedy Uzoka, afirmou que o resultado reflecte a capacidade da instituição para aumentar os lucros de forma sustentável, mesmo num ambiente macroeconómico altamente incerto.

Acrescentou ainda que as posições de robustez do capital e de liquidez posicionaram o banco, na medida em que o UBA continua a apoiar os seus clientes em todos os sectores e mercados, orientado pelas práticas de gestão prudente do risco.

“Este resultado impressionante do primeiro trimestre de 2021 reflecte a capacidade do nosso negócio para aumentar lucros de forma sustentável, mesmo com o ambiente macroeconómico altamente incerto”, disse.

Afirmou ainda, “continuamos optimistas quanto às perspectivas macroeconómicas dos países em que operamos, especialmente à medida que a distribuição da vacina da Covid- 19 ganha tracção a nível mundial, enquanto os preços das mercadorias e as moedas continuam a estabilizar-se”.

- Anúncio-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncio-

Destaque

Presidente da ACIS incentiva as empresas a filiarem-se em associações

O Presidente da Associação de Comércio, Indústria e Serviços (ACIS) Luís Magaço Jr., encoraja os empresários a filiarem as...
- Anúncio-

More Articles Like This

- Advertisement -