Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
spot_img

Sofala regista aumento na produção de pescado em cativeiro

Na província de Sofala, centro de Moçambique, a produção de pescado em cativeiro aumentou significativamente em 2023, impulsionando o desenvolvimento da aquacultura na região. O sector tem gerado empregos e contribuído para o crescimento económico, sendo uma alternativa viável diante da crise do pescado e das restrições no período de veda.

Com a crise do pescado e restrições no período de veda em Moçambique, a aquacultura tem sido uma alternativa para o fornecimento de mariscos a mercados nacionais e estrangeiros. A escassez de pescado na província de Sofala fez impulsionar investimentos na área, com foco na produção de alevinos e ração para avicultores e projectos do Estado.

Com a implementação do Projecto de Desenvolvimento de Aquacultura de Pequena Escala (PRODAPE), desde 2021, houve um crescimento significativo no que diz respeito à criação de peixe, camarão, caranguejo e outros, em cativeiro em Sofala, explica a DW.

De referir que, em 2023, por exemplo, a província produziu 220,8 toneladas de pescado em cativeiro – um crescimento de 67,6% se comparado com 2022. No mesmo período, Sofala registou um aumento exponencial de piscicultores, de 13 para 2041.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Partilhe:

spot_imgspot_img

Mais Lidas

Notícias Relacionadas
Notícias Relacionadas