Segunda-feira, Maio 27, 2024
spot_img

UNIDO Capacita PMEs em matérias de conformidade para aumentar acesso ao comércio exterior

Decorreu esta quinta-feira (07), na Cidade de Maputo, uma capacitação em matérias de análise de conformidade de padrões internacionais para exportações através da implementação e utilização de ferramentas Standards Compliance Analytics (SCA), visando prover as Pequenas e Médias Empresas (PMEs) como instrumentos que aumentem o seu maior acesso ao Ecossistema do Comércio Externo.

O treinamento é orientado pela Agências das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) e baseia-se numa ferramenta desenvolvido por esta organização que analisa as estatísticas e razões de rejeição de produtos exportados, os padrões exigidos pelos mercados internacionais e assim aumentar  a sensibilização das PMEs para o cumprimento da qualidade.

Falando durante a abertura do evento, Jaime Comiche, Representante Nacional da UNIDO, destacou os esforços da organização para o alcance e cumprimento das normas de qualidade nos vários projectos em que trabalha, e no PROMOVE Comércio-Moz, em particular. Comiche acredita que com o comprometimento de todos é possível colocar Moçambique nos lugares de referência no contexto do comércio externo alavancando assim a economia e o desenvolvimento nacional.

Participam na formação gestores e técnicos ligados às áreas de qualidade e exportações do Ministério da Indústria e Comércio (MIC), do Ministério da Agricultura e também do Instituto Nacional de Estatística (INE).

De salientar que a participação activa de Moçambique no Comércio Internacional exige a implementação e utilização de ferramentas como Standards Compliance Analytics (SCA) que tem como propósito facilitar a utilização de dados de rejeição para identificar os principais desafios de conformidade enfrentados pelos países exportadores, com vista a melhorar o direcionamento dos investimentos na construção de capacidades de conformidade relevantes.

O projecto PROMOVE Comércio-Moz é implementado pela UNIDO, com fundos da União Europeia, visando promover a competitividade das exportações.

Entrevistas Relacionadas

Emose obteve lucro de mais de 40 milhões de Meticais em 2023

O resultado líquido da Empresa Moçambicana de Seguros (Emose)...

Feira Internacional no Maláui: Moçambique exibe potencialidades económicas e atrai Investidores

A presença de Moçambique na 34.ª Feira Internacional de...

INP considera movimento da Galp como rotineiro

O Instituto Nacional de Petróleo (INP) declarou na Quinta-feira,...

Vodacom Moçambique lança Fundação para impacto social

A Vodacom Moçambique fez o lançamento oficial da Fundação Vodacom Moçambique. A cerimónia...