A Vale foi distinguida, recentemente como uma das empresas mais transparentes a actuar em Moçambique no sector extrativo. A classificação foi atribuída pelo CIP – Centro de Integridade Pública, que acaba de apresentar o ‘Índice de Transparência do Sector Extractivo 2019-2020’ (ITSE). 

No ranking das 12 empresas analisadas, a mineradora Vale aparece sempre destacada nos primeiros lugares, sendo considerada a empresa mais transparente na componente da governação corporativa, sobressaindo também na componente ambiental. 

No cômputo geral, a Vale Moçambique ficou classificada num honroso segundo lugar que “muito orgulha a empresa que vê, assim, reconhecido o esforço e o trabalho que diariamente desenvolve com o objectivo de fazer cada vez mais e melhor em prol das comunidades onde opera, contribuindo de forma significativa para o desenvolvimento do país”. 

No relatório apresentado, o CIP refere mesmo que “existem empresas, como é o caso da Vale Moçambique, com um nível de transparência global significativo e acima da média”. 

Este relatório é baseado num ranking das empresas do sector mineiro e do sector petrolífero (nacionais e estrangeiras), tendo em conta aspectos fiscais, sociais, de governação e ambientais.

Tem por base critérios internacionais de análise, sendo que o objectivo passa por avaliar os níveis de transparência das empresas na partilha de informação útil sobre os investimentos que desenvolvem em Moçambique.

FONTEMercados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui