Sábado, Junho 15, 2024
spot_img

Banco de Moçambique introduz nova série de notas e moedas a partir de 16 de Junho

O Banco de Moçambique anunciou na sexta-feira, 17 de Maio, o lançamento de uma nova série de notas e moedas que substituirá progressivamente as versões em circulação desde 2006. A nova série entrará em vigor a partir de 16 de Junho de 2024, marcando o Dia do Metical.

“Os bancos centrais tendem a fazer a revisão das suas notas e moedas em circulação a cada cinco anos, por forma que se adequem às novas tendências de design, segurança e outros elementos contextuais”, explicou o governador numa conferência de imprensa e justificando a decisão: “a instituição decidiu pela revisão das notas e moedas do metical”.

Rogério Zandamela destacou que “a temática das notas e moedas do metical da série 2024 conserva presente a tradição do enaltecimento dos valores do nosso património cultural, histórico e faunístico”.

Durante o evento, o governador fez uma retrospectiva das mudanças anteriores, lembrando a introdução da terceira família do metical em 2006, denominada “família Banco de Moçambique”. Esta série sucedeu às famílias “República Popular de Moçambique” e “República de Moçambique”. Em 2011, o Banco introduziu novas notas com substratos e elementos de segurança melhorados, e em 2017, mesmo com elementos de segurança robustos, algumas características foram revistas, resultando na série 2017.

“A temática das novas notas e moedas da série 2024 conserva a tradição de enaltecimento dos valores do nosso património cultural, histórico e faunístico”, afirmou.

Na presença de administradores de bancos comerciais que operam no País, o governador detalhou que a nova série incluirá as denominações de 1000, 500 e 200 meticais em papel, e de 100, 50 e 20 meticais em polímero. “As denominações de 1000, 500 e 200 meticais em substrato de papel, e as denominações de 100, 50 e 20 meticais em substrato de polímero”, explicou.

Em relação às moedas, as denominações de 20 e cinco centavos serão descontinuadas, permanecendo as de dez, cinco, dois e um metical, além das de 50, dez e um centavo. “Mantendo-se as denominações de dez, cinco, dois e um metical, e as de 50, dez e um centavo”, acrescentou.

“As novas notas e moedas de metical circularão em simultâneo com as séries de notas e moedas emitidas desde 1 de Julho de 2006, que continuam igualmente a ter o curso legal obrigatório e poder liberatório pleno e ilimitado dentro do território nacional”, destacou.

Rogério Zandamela sublinhou a importância de um esforço conjunto na divulgação das características das novas notas e moedas, apelando ao envolvimento das instituições de crédito: “gostaria de terminar a minha intervenção reiterando os meus agradecimentos pela vossa presença e apelando ao envolvimento de todos, particularmente das instituições de crédito aqui bem representadas, na divulgação das características das notas e moedas da nova série”.

No entanto, o governador não comentou as recentes dificuldades associadas ao novo sistema de transacções bancárias implementado pelo Banco de Moçambique. Empresários e clientes têm criticado os problemas nos pagamentos, levantamentos e outras transacções com cartão bancário, pedindo uma revisão do sistema.

Entrevistas Relacionadas

Prémio de melhor CEO do sector bancário atribuído ao PCE do BCI

Francisco Costa, Presidente da Comissão Executiva (PCE) do BCI,...

BCI, Millennium Bim e Standard Bank concentram 75% dos lucros bancários

Em 2023, o BCI, Millennium bim e Standard Bank...

Conferência de Negócios: Standard Bank debate parcerias de impacto para o desenvolvimentos sustentável

O Standard Bank realizou recentemente uma conferência de negócios...

Access Bank premiado em quatro categorias pela World Economic Magazine Awards

O Access Bank Mozambique foi distinguido com quatro prémios,...