Subscreva a nossa newsletter

BCI atingiu desempenho favorável em 2020, apesar da pandemia

Análise de Mercado

O ano de 2020 ficou marcado pelos efeitos da Covid-19. A despeito dos desafios e dos impactos desta pandemia, o Banco Comercial e de Investimentos (BCI) conseguiu atingir um desempenho favorável no ano de 2020 nas três principais dimensões de quotas de mercado, nomeadamente: Crédito, Depósitos e Activos, tendo atingido no final do ano 27,40%, 26,43% e 24,39%, respectivamente.

Em 2020, o BCI obteve um desempenho financeiro positivo, com um crescimento global do Activo de 17,27%, ao fixar-se em 191.436,46 milhões de Meticais face a 163.242,76 milhões de Meticais em 31 de Dezembro de 2019.

Adaptações ao novo normal

Não obstante o ambiente macroeconómico desafiador, impactado fortemente pelos efeitos da pandemia, o Banco redefiniu de forma rápida e ágil as suas prioridades e as suas operações, reforçando o seu apoio às famílias, negócios, empresas e sociedade em geral.

O BCI disponibilizou, igualmente, aos seus clientes, cujas actividades e rendimentos foram negativamente afectados pela pandemia, a possibilidade de contratarem moratórias de capital e/ou juros.

Com vista a salvaguardar a segurança dos seus clientes e colaboradores, o banco promoveu de forma activa o uso das diversas soluções alternativas de serviços bancários digitais como o Internet Banking e o Celular Daki, e ainda a possibilidade de, sem deslocação ao Balcão, poder fazer a adesão e/ou reactivação destes canais quer pelo site do Banco, quer através das linhas de apoio ao Cliente.

Os resultados em detalhes

As Comissões Líquidas reduziram em 245,85 milhões de Meticais face a 2019, reflexo das restrições impostas na mobilidade dos cidadãos e das medidas para mitigar os impactos da pandemia sobre os clientes.

A conjugação entre o crescimento do Produto Bancário e a manutenção dos níveis dos Custos de Estrutura face ao ano passado resultou num rácio de eficiência de 51,45% em 2020, o que reflecte uma ligeira degradação face ao ano anterior, o que configura um aumento de 0,34 pontos percentuais.

Relativamente ao Rácio de Solvabilidade, o banco manteve-se estável face ao período homólogo, atingindo 24,54% em Dez. 2020 (24,98% em Dez.2019), acima do mínimo regulamentar de 15% imposto pelo Banco de Moçambique para Instituições Financeiras classificadas como sistémicas.

O Crédito a Clientes bruto, excluindo o Crédito com Recursos Consignados, teve uma evolução positiva ao cifrar-se em 68.102,65 milhões de Meticais em 31 de Dezembro de 2020, contra os 61.930,06 milhões de Meticais apresentados no período homólogo, reflectindo essencialmente o crédito a particulares num cenário económico desafiador para o crédito à economia.

Os Depósitos de Clientes atingiram 151.857,03 milhões de Meticais, evidenciando um aumento de 21,12% relativamente ao valor registado em Dezembro de 2019 (125.378,63 milhões de Meticais).

No que se refere aos Capitais Próprios, estes totalizaram 20.150,34 milhões de Meticais em Dezembro de 2020, um incremento de 1.244,03 milhões de Meticais, comparando com o igual período do ano anterior.

Em suma, estes resultados demonstram que o Banco manteve adequados níveis de liquidez, conjugados com elevados níveis de robustez, não obstante os desafios enfrentados pela economia e pelo Sistema Bancário no dos efeitos negativos da Covid-19 durante o ano de 2020, colocando o banco numa posição ainda mais sólida para enfrentar novos desafios

- Anúncio-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncio-

Destaque

Ambientalista defende mais financiamento às mulheres para um empreendedorismo sustentável

Regina Charumar é ambientalista e professora universitária residente na Cidade de Maputo. Reconhecida nacional e internacionalmente, Charumar destaca-se em...
- Anúncio-

More Articles Like This

- Advertisement -