A Comissão Europeia reiterou o seu compromisso para com Moçambique em diversas áreas, por ocasião de uma visita do Presidente Filipe Nyusi a Bruxelas, durante a qual manteve encontros com vários membros do colégio.

Em visita de três dias a Bruxelas para encontros com dirigentes da União Europeia (UE). Após receber Nyusi, o vice-presidente Timmermans, que tem o pelouro do Pacto Ecológico Europeu, garantiu que a UE vai intensificar a cooperação com Moçambique no domínio da poluição e gestão da água, para apoiar as capacidades do país para fazer face às alterações climáticas, que, assinalou, já têm feito sentir o seu impacto.

“Boa reunião hoje com o presidente Filipe Nyusi sobre a adaptação e o caminho para COP27. Com tempestades como Idai e Ana já a causar grandes perdas e danos, vamos intensificar a nossa cooperação em matéria de poluição e gestão da água para apoiar a resiliência de Moçambique às alterações climáticas”, escreveu na sua conta oficial na rede social Twitter.

Na segunda-feira, Nyusi já havia sido recebido pela comissária com a pasta das Parcerias Internacionais, Jutta Urpilainen, numa reunião na qual também foi abordada a cimeira UE-África agendada para a próxima semana em Bruxelas.

“Trocámos pontos de vista sobre uma série de prioridades comuns: mensagens para a próxima Cimeira UE-África, resposta à pandemia, cooperação em matéria de segurança e oportunidades para uma parceria reforçada”, adiantou a comissária igualmente na sua conta na rede Twitter.

Nyusi, que se faz acompanhar nesta viagem pelo ministro dos Recursos Minerais e Energia, Max Tonela, e pelo vice-ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Manuel Gonçalves, reuniu-se também com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.

FONTERTP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui