Sexta-feira, Julho 12, 2024
spot_img

Criada a área de jurisdição portuária para facilitar o transporte de areias pesadas de chibuto

O Governo anunciou esta Terça-feira (9) que já foi criada e concedida uma área de jurisdição portuária no distrito de Chongoene, na província de Gaza, Sul de Moçambique, com o objectivo de abrir espaço para a implementação, construção e gestão de infra-estruturas de transporte de areias pesadas que estão a ser exploradas em Chibuto.

Intervindo após a realização da 20.ª sessão ordinária do Conselho de Ministros, o porta-voz do Governo, Filimão Suaze, explicou que a área visa ainda permitir a funcionalidade do projecto do Terminal Portuário de Chongoene, bem como facilitar o planeamento e integração de futuros terminais.

“A criação da área permitirá mais espaços operacionais e de serviços portuários, respeitando aspectos sociais, ambientais, legais e económicos”, avançou o responsável, citado pela Agência de Informação de Moçambique (AIM).

Suaze sublinhou que, no mesmo encontro, o Executivo aprovou a concessão das infra-estruturas do Terminal Portuário de Chongoene à Sociedade Terminal de Minérios de Chongoene, SA, composta pela companhia mineira chinesa Desheng Port, S.A., e a empresa pública Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique (CFM).

“A concessão, em regime de parceria público-privada, permitirá à Desheng Port construir, operar, manter, gerir e, eventualmente, devolver as infra-estruturas ao Governo, por isso, foi concedido, numa primeira fase, um investimento de 55 milhões de dólares”, frisou.

O gestor do projecto, You Jian Ping, explicou que a empreitada está a decorrer a um ritmo satisfatório, acrescentando que todos os desentendimentos com as comunidades já foram solucionados.

“Os trabalhos estão divididos em três fases, sendo que a primeira será concluída até Agosto próximo, período durante o qual poderá ter início a exportação das areias pesadas de Chibuto a partir daquela infra-estrutura marítima para vários países”,  sustentou na altura.

Fonte: Diário Económico

Entrevistas Relacionadas

Maputo acolhe debate sobre Transparência e Gestão da Indústria Extractiva

Maputo vai acolher um encontro significativo no qual representantes...

Processo de selecção para o comité de supervisão do fundo soberano encerra no dia 30 de Junho

O encerramento do processo de selecção dos candidatos ao...

INP considera movimento da Galp como rotineiro

O Instituto Nacional de Petróleo (INP) declarou na Quinta-feira,...

Galp concluiu a venda da sua participação no projecto GNL

A Galp concluiu a venda de sua participação no...