Quinta-feira, Julho 18, 2024
spot_img

Inclusão financeira: MEF projecta conectar grupos de poupança ao sistema formal

O Ministério da Economia e Finanças (MEF) de Moçambique está planeando conectar cerca de 3300 grupos de poupança ao sistema financeiro nacional até Setembro de 2024. A medida foi anunciada pelo director-geral do Fundo de Apoio à Reabilitação da Economia (FARE), Augusto Isabel, durante o 11º Fórum de Grupos de Poupança e Crédito Rotativo (GPCR), realizado em Maputo sob o tema “Promover a Sustentabilidade dos Grupos de Poupança e Crédito Rotativo e sua Ligação ao Sistema Financeiro Formal”.

Essa iniciativa está alinhada com a Estratégia Nacional de Inclusão Financeira, que busca facilitar o acesso aos serviços financeiros para todos os moçambicanos. Augusto Isabel enfatizou que o objectivo é atingir 3300 grupos de Crédito de Poupança Rotativa, com uma média de cerca de 25 membros em cada grupo, como parte do Projecto de Financiamento de Empreendimentos Rurais (REFP).

Ele ressaltou a importância da inclusão financeira para todos os cidadãos, destacando que em 2016 o país já contava com mais de 12 mil grupos de crédito de poupança rotativos, que acumulavam uma poupança total de 11 milhões de dólares. Apesar de considerar esses valores significativos, o FARE está empenhado em integrar essas poupanças ao sistema financeiro para melhorar o controle sobre os recursos circulantes nessas comunidades.

A medida visa não apenas fortalecer a inclusão financeira, mas também impulsionar o desenvolvimento socioeconómico do país, fornecendo acesso a serviços financeiros a um número maior de pessoas. A ligação dos grupos de poupança ao sistema financeiro formal pode abrir oportunidades para investimentos e crescimento económico em diversas comunidades, contribuindo para a expansão e estabilidade da economia nacional.

O MEF está trabalhando em estreita colaboração com outras entidades e organizações para alcançar esses objectivos, e espera-se que essa integração dos grupos de poupança ao sistema financeiro formal traga benefícios significativos para a população e a economia de Moçambique.

Entrevistas Relacionadas

Zambézia recebe 75 milhões de meticais para apoiar iniciativas de jovens

O Governo de Moçambique, através da Secretaria de Estado...

Workshop de facilitação de acesso ao financiamento para MPMEs em Nampula

A cidade de Nampula foi palco de um evento...

Moçambique entre os seis países africanos que repartirão US$ 94 milhões concedidos pela Noruega

A Noruega acaba de assumir um compromisso para alocar...