Quinta-feira, Julho 18, 2024
spot_img

LAM Reinicia voos directos Maputo-Lisboa após 12 anos de paralisação

Depois de uma pausa de 12 anos, a Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) redefine sua trajectória com o relançamento dos voos directos Maputo-Lisboa. A parceria estratégica entre a LAM e a Euro Atlântico, que empregará uma aeronave Boeing 777-200, marca um novo capítulo na história da empresa.

A aeronave, com capacidade para 320 passageiros, realizará três voos semanais, alinhados com o projecto de reestruturação da LAM. As operações, regidas por um consórcio, envolvem a remuneração por horas de voo à Euro Atlântico, enquanto a responsabilidade pelos demais serviços recai sobre a contraparte moçambicana.

A presença inicialmente maioritariamente portuguesa na tripulação busca ser equilibrada gradualmente, com a formação de pessoal de cabine nacional. O foco na revitalização da LAM também inclui a exploração de novas rotas regionais, como Maputo-Cape Town, agora em operação.

A empresa já comercializou aproximadamente 12 mil bilhetes para viagens entre Maputo e Lisboa nos próximos seis meses. A resposta positiva indica um potencial de superação de prejuízos nos primeiros meses de operação internacional.

Os voos, com preços a partir de 25 mil meticais (368 euros) na classe económica, conectam as duas capitais três vezes por semana. A retomada da rota Maputo-Lisboa, abandonada há 12 anos, faz parte da estratégia de revitalização após a entrada da Fly Modern Ark (FMA) na gestão da LAM.

Além da rota Maputo-Lisboa, a LAM planeja introduzir novas rotas que conectam Maputo a diferentes pontos da África do Sul, enfatizando a diversificação como parte da estratégia de crescimento.

Entrevistas Relacionadas

Presidentes de municípios moçambicanos pedem seriedade nos fundos para estradas

Os presidentes dos 65 municípios de Moçambique expressaram preocupações...

BAD financia estudo de viabilidade para projecto integrado de Techobanine com $4 milhões

Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) vai desembolsar 4 milhões...

MPDC lança concurso EPC para o projecto de expansão do terminal de contentores do Porto de Maputo

A Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC)...

Moçambique e Zâmbia projectam portos secos

Moçambique, Zâmbia e Malawi poderão construir, nos próximos dias,...