Subscreva a nossa newsletter

Moçambique no ‘bom caminho’ para vender diamantes certificados

Análise de Mercado

O país está no bom caminho no cumprimento dos procedimentos internacionais exigidos para a venda de diamantes certificados, como parte do chamado Processo de Kimberley, anunciou-se na reunião do gabinete de Moçambique na terça-feira.

“Estamos muito avançados, estamos numa fase avançada de cumprimento dos requisitos internacionais de certificação, estamos no bom caminho”, disse o porta-voz da reunião do gabinete, Filimão Suaze.

Suaze disse que o país tinha aprovado legislação e regulamentos, estabelecido a Unidade de Gestão do Processo de Kimberley (KPMU), criado armazéns de diamantes e está a formar pessoal na classificação e transparência do negócio diamantífero.

“Em Setembro, uma equipa de peritos internacionais sobre o Processo de Kimberley virá a Moçambique para verificar as medidas já tomadas pelo país para o comércio de diamantes certificados”, disse o porta-voz da reunião do gabinete.

O país quer que os diamantes, gemas e pedras preciosas que irá colocar no mercado internacional estejam livres de dúvidas sobre a legalidade da sua extracção.

O Processo de Kimberley é um mecanismo internacional que advoga a transparência nos negócios e combate a venda de diamantes extraídos em zonas de guerra, cujas receitas são utilizadas para financiar a violência armada e ilegítima.

- Anúncio-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncio-

Destaque

Ambientalista defende mais financiamento às mulheres para um empreendedorismo sustentável

Regina Charumar é ambientalista e professora universitária residente na Cidade de Maputo. Reconhecida nacional e internacionalmente, Charumar destaca-se em...
- Anúncio-

More Articles Like This

- Advertisement -