Subscreva a nossa newsletter

Standard Bank lançou Fundo de Pensões

Análise de Mercado

Foi lançado, no último dia 10 de Fevereiro, em Maputo, o “Standard Fundo de Pensões” – Sociedade Gestora, uma empresa subsidiária do Standard Bank,  vocacionada à administração de fundos de pensões que ajuda colaboradores de empresas e particulares no geral a poupar, investir, gerar riqueza e assegurar estabilidade financeira no médio e longo prazos, bem como garantir uma reforma condigna.

O Standard Fundo de Pensões propõe-se a administrar Fundos de Pensões Fechados, estabelecidos por empresas ou demais entidades colectivas bem como Fundos de Pensões Abertos, destinados a particulares e demais partes interessadas não afiliadas a um Fundo Fechado.

Enquanto para as empresas o Fundo de Pensões poderá ajudar na atracção e retenção de quadros qualificados num ambiente competitivo, para os particulares representa uma alternativa às formas tradicionais de investimento existentes no mercado.

O Fundo representa, também, uma opção de investimento para proporcionar uma reforma complementar condigna, actuando como previdência social, para o futuro, como seguro, em caso de ocorrência de eventos indesejados, e como investimento.

O Fundo de Pensões ora lançado é uma instituição, onde as empresas e pessoas singulares interessadas poderão confiar a gestão do seu dinheiro a uma equipa de gestores profissionais, cuja responsabilidade é garantir a segurança e o investimento em activos que darão retorno ao longo do tempo.

Entre outras vantagens que este Fundo oferece, destaca-se o benefício de os subscritores poderem ter acesso à uma vasta gama de investimentos, incluindo acções de empresas cotadas na Bolsa de Valores de Moçambique (BVM).

O Director Executivo do Standard Fundo de Pensões, Agnaldo Mavera, explicou que o Fundo funciona como um mecanismo de previdência social, que tem como objectivo primário salvaguardar e garantir que os beneficiários tenham uma qualidade de vida sustentável, após a reforma, altura em que os níveis de rendimento têm sido geralmente baixos.

De igual modo, constitui um mecanismo de seguro, uma vez que, em caso de ocorrência de alguma eventualidade ou sinistro, que cause invalidez total ou parcial do subscritor, este poder-se-á socorrer do fundo de pensões para satisfazer as suas necessidades quotidianas.

Para além destes aspectos, “é também um mecanismo de poupança e investimento, porque ao subscrever o fundo de pensões, basicamente, o membro está a abdicar-se de consumir, no presente, para fazê-lo, no futuro, com retornos adicionais”, segundo esclareceu Agnaldo Mavera.

Os subscritores do Standard Fundo de Pensões, conforme enfatizou, vão beneficiar de vantagens a que dificilmente teriam acesso, usufruindo de uma maior diversificação para os seus investimentos e, consequentemente, uma melhor rentabilidade.

“Somos a primeira entidade de gestão de pensões que faz toda a operação com recursos locais, ao nível do país, o que proporciona flexibilidade na resposta aos interesses dos clientes. Pautamos por uma gestão de activos focada numa estratégia de investimento ajustada aos objectivos e perfil de risco do cliente”, concluiu.

- Anúncio-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncio-

Destaque

Ambientalista defende mais financiamento às mulheres para um empreendedorismo sustentável

Regina Charumar é ambientalista e professora universitária residente na Cidade de Maputo. Reconhecida nacional e internacionalmente, Charumar destaca-se em...
- Anúncio-

More Articles Like This

- Advertisement -